ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Covid-19: cai de 12 para 8 semanas prazo entre as doses da AstraZeneca

Presidente da Alba assume interinamente o governo da Bahia após viagem de Rui e Vice

MP-BA recomenda que Guanambi desalugue prédio da Cultura após erros em licitação

Brumado tem 100,3% da população acima de 12 anos vacinada com a primeira dose

Bahia: Menino de 11 anos cria simulador para jogos de celular com materiais recicláveis

SSP-BA recebe empresas para contratação de câmeras corporais

Psicóloga Paula Machado aborda o tema: Sabemos lidar com as perdas?

Brumado: Um ano depois, 'funileiro' termina veículo inspirado no modelo WT

Operação Nossa Senhora Aparecida: PRF apreende cerca de R$ 2,5 milhões em drogas nas estradas da Bahia

Brumado: Após bloqueio de moradores, SMTT remove pneus de via no Apertado do Morro

Bahia: No combate a violência doméstica e tráfico de drogas, Polícia deflagra ação no interior

Brumado: Presidente da Câmara é vítima de fake news e denuncia crime à Polícia Cívil

STF derruba lei que liberava venda de remédios para emagrecer

Salvador: PM apreende armamento e drogas durante evento de paredão

Durante live, Bolsonaro volta a defender 'kit covid'

Bahia: Cerca de 14 mil processos de suspensão de CNHs serão arquivados

Brumado: Sindsemb homenageia os professores com mensagem de agradecimento e valorização

STJ autoriza retorno de Maurício Barbosa ao cargo de delegado da PF

Major Leila Silva realiza visita institucional a presidente da Câmara de Brumado

Brumado: TOR apreende produtos eletrônicos sem nota fiscal na BR-030


Em nota, Kátia Cilene esclareceu que áudio de repúdio à eleitores não é seu

Foto: Divulgação

No fim da tarde de terça-feira (17), dois áudios viralizaram nas redes sociais, principalmente no aplicativo de WhatsApp. Em um dos áudios, circulava a foto e um possível áudio, que segundo o compartilhamento, seria da candidata a vereadora pelo PSB, Kátia Cilene. Apesar da semelhança na voz e outras características como no "sotaque", levaram os internautas a acreditarem que seria a candidata. No entanto, em nota enviada na mesma rede social, Kátia Cilene esclarece o mal-entendido e disse que a ação não passou de uma brincadeira de mau gosto. "Estou a dois dias no hospital cuidando do meu sogro. Esse áudio foi pra me prejudicar e ao meu partido PSB. Pode ter certeza que foi gente daqui mesmo querendo prejudicar o meu partido 40, o meu prefeito e minha pessoa. Quero avisar que quem estiver compartilhando em todos os grupos vou abrir um processo. Vocês vão ter que provar que está voz é minha", afirma Cilene. A candidata disse ainda que já mais gravaria áudios de repúdio. "Eu sei que a gente entra na política pra perder ou pra ganhar. Para que se rebaixar, ficar xingando o povo? Se o povo não quis votar, não votou, tem a próxima. Eu não ganhei na primeira, não ganhei na segunda, vou tentar a terceira. Quantos já tentou pra conseguir uma vez? A política é assim mesmo, tem altos e baixos, é difícil conseguir uma cadeira alí [Câmara] pra ficar quatro anos, mas um dia vou conseguir", afirmou.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário