ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: 'Operação Força Total' tem mais de 20 veículos autuados e 11 apreendidos

Mesmo após corte, gasolina continua mais cara no Brasil do que no exterior

Brumado: Prefeitura vai investir mais de R$ 7 milhões em canais pluviais da cidade

Cresce a cada ano a população de cães na cidade de Brumado; ONGs estão saturadas

Brumado: Morador do bairro São José denuncia descarte e acúmulo de esgoto em galeria pluvial

Brumado: Evento na Câmara Municipal debaterá violência doméstica

Número de mulheres candidatas é o maior das últimas três eleições gerais

Quase 1 milhão de reclamações foram feitas na Anatel no primeiro semestre de 2022

Brumado: Decreto proíbe a entrada de alimentos e bebidas alcoólica em ginásios de esportes e campo de futebol

Incêndio atinge área de vegetação no oeste da Bahia

Vice de ACM Neto tem pedido de impugnação de candidatura ao governo da Bahia

Câmara derruba veto do Executivo ao Projeto de Lei que cria cargo de intérprete de libras

Mega condição especial do Armazém do Criador

Criança risca fósforo e casa é consumida por incêndio em Caetité

Agosto Branco - pneumologista da Clínica Mais Vida alerta sobre a importância da prevenção do câncer de pulmão

Viagens de Bolsonaro em avião presidencial deverão ser ressarcidas durante campanha

Brumado: Agente da Pastoral usa a Tribuna Livre da Câmara para destacar a 'Semana Nacional da Família'

Gel Sol: Intelbras lança módulo fotovoltaico bifacial com eficiência de mais de 20%

Para evitar prisão, mulher do ex-goleiro Bruno faz vaquinha para o marido pagar pensão

Pagamento facilitado e entrega rápida é na Bete Fruits


Brumado: Ministério Público recomenda a proibição do uso de fogos de artifício nas Eleições 2020

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A 1ª Promotoria de Justiça de Brumado por meio de uma "Recomendação Ministerial", recomenda aos partidos políticos, coligações e candidatos que se abstenham da utilização abusiva de fogos de artifícios ou similares durante a campanha eleitoral de 2020. A 90ª Zona Eleitoral, expediu Procedimento Eleitoral (nº 677.9.194085/2020), requerendo a não utilização de fogos de artifícios e similares nas propagandas eleitorais, "considerando que a poluição pode ser entendida como qualquer atividade que possa tornar o ambiente prejudicial ao ser humano e outras formas de vida", além disso, "que a poluição sonora consiste em produção de ruídos que causem desconforto às atividades normais de raciocínio de uma pessoa, geralmente quando um som ultrapassa o limite auditivo normal, com danos à saúde dos seres humanos, como o estresse e a insônia", resolve recomendar aos agentes das Polícias Militar e Civil dos municípios de Aracatu, Brumado e Malhada de Pedras: "Apreender os que forem encontrados nas casas comerciais em desacordo com as disposições do Decreto Estadual n° 6.465/97 ou que estiverem sendo transportados irregularmente, sem devida autorização policial; Destruir os fogos aprendidos irregularmente, conforme art. 29 do Decreto Estadual 6.465/97", e que: "Em caso de flagrante de qualquer pessoa que, ao soltar fogos de artifícios, provoque poluição sonora, conduzi-la à Delegacia de Polícia para autuação no art. 42 da Lei das Contravenções Penais ou art. 54 da Lei dos Crimes Ambientais". Apesar de populares, os fogos de artifício produzem diversos perigos, como as possibilidades de incêndio e efeitos colaterais ligados à rede elétrica e arborização. O promotor de Justiça Millen de Castro Medeiros ressalta ainda que sejam notificados os Partidos e Coligações nos Municípios da 90ª Zona Eleitoral para conhecimento dos procedimentos "supracitados".



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário