ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo federal anuncia que vai comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa

Brumado: Em mais uma operação, Embasa descobre e retira 'gatos' de água na região dos 'Sem Terra'

Decreto presidencial libera uso das Forças Armadas para a segurança das eleições 2020

Brumado: Colisão entre carro e ônibus deixa duas vítimas com ferimentos na BA-262

Brumadense é uma das vítimas na explosão de caminhão da EPCL em Cocos

Brumado: Apdemb inaugura sede própria e dá posse à nova diretoria

Ampliando quadro de especialistas Clínica Mais Vida firma parceria com Dr. Clênito Monteiro

Brumado registra 16 novos casos de coronavírus nas últimas 24h

Caminhão da empresa EPCL explode e mata pelo menos três pessoas no Oeste da Bahia

Covid-19: Profissionais de saúde de Brumado recebem cartas de apoio durante o combate a pandemia

Brumado: Cresce a procura por plantas para ter natureza dentro de casa durante isolamento social

Iguaí: Homens invadem casa e matam menino de 7 anos

Sem Réveillon e Carnaval, Ecad estima queda de R$ 35,8 mi em arrecadação

Prefeitura vai desapropriar 5 imóveis para ampliação de escolas em Brumado

Brumado: Venha conhecer a loja Império 10

Registros de armas de fogo aumentam 120% em 2020 no Brasil

Gel Sol: Uma empresa especializada em renovar o seu Consumo de Energia!

Estudo comprova presença do coronavírus no cérebro de pacientes

Mulher é presa com 45 mil comprimidos usados no golpe 'Boa Noite Cinderela'

Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo


Brumado: Ministério Público recomenda a proibição do uso de fogos de artifício nas Eleições 2020

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A 1ª Promotoria de Justiça de Brumado por meio de uma "Recomendação Ministerial", recomenda aos partidos políticos, coligações e candidatos que se abstenham da utilização abusiva de fogos de artifícios ou similares durante a campanha eleitoral de 2020. A 90ª Zona Eleitoral, expediu Procedimento Eleitoral (nº 677.9.194085/2020), requerendo a não utilização de fogos de artifícios e similares nas propagandas eleitorais, "considerando que a poluição pode ser entendida como qualquer atividade que possa tornar o ambiente prejudicial ao ser humano e outras formas de vida", além disso, "que a poluição sonora consiste em produção de ruídos que causem desconforto às atividades normais de raciocínio de uma pessoa, geralmente quando um som ultrapassa o limite auditivo normal, com danos à saúde dos seres humanos, como o estresse e a insônia", resolve recomendar aos agentes das Polícias Militar e Civil dos municípios de Aracatu, Brumado e Malhada de Pedras: "Apreender os que forem encontrados nas casas comerciais em desacordo com as disposições do Decreto Estadual n° 6.465/97 ou que estiverem sendo transportados irregularmente, sem devida autorização policial; Destruir os fogos aprendidos irregularmente, conforme art. 29 do Decreto Estadual 6.465/97", e que: "Em caso de flagrante de qualquer pessoa que, ao soltar fogos de artifícios, provoque poluição sonora, conduzi-la à Delegacia de Polícia para autuação no art. 42 da Lei das Contravenções Penais ou art. 54 da Lei dos Crimes Ambientais". Apesar de populares, os fogos de artifício produzem diversos perigos, como as possibilidades de incêndio e efeitos colaterais ligados à rede elétrica e arborização. O promotor de Justiça Millen de Castro Medeiros ressalta ainda que sejam notificados os Partidos e Coligações nos Municípios da 90ª Zona Eleitoral para conhecimento dos procedimentos "supracitados".



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário