ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Desatenção de motociclista causa acidente na Av. Coronel Santos

Após quatro dias de queda, casos ativos da Covid-19 voltam a subir na Bahia

Sindicato dos Bancários acusa banco privado por descumprir acordo e demitir durante pandemia

Piatã: Moradores denunciam mineradora por poluição em nascente de rio

Brumado: Prefeito é intimado para audiencia de instrução no processo que pode levar ao seu impeachment

Estudo garante que vacina americana é segura e gera anticorpos

Começa hoje pagamento do auxílio emergencial de R$ 300 para nascidos em janeiro

Brumado ultrapassa os 1500 casos da Covid-19, o novo coronavírus

Vinte candidatos se autodeclaram analfabetos nas eleições deste ano

Eleições 2020: Município de Licínio de Almeida tem apenas um candidato ao Executivo

Baianos receberam sementes 'misteriosas' que acenderam alerta no Brasil

Candidato à Prefeito em Brumado, Geraldo Azevedo é internado na UTI de Vitória da Conquista com Covid-19

Restaurante serve 'marmitex' com carvão para cliente com transtorno mental em Serra do Ramalho

PF cumpre mandados em Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora na Operação 'Work Out'

Ladrões se vestem de operários e roubam fios de cobre subterrâneos em obra no centro de Salvador

Brumado: Corrida à vagas no Legislativo tem recorde de candidatos inscritos

Brumado: Município confirma 17ª morte por coronavírus; já são 235 casos ativos

Bahia antecipa pagamento de aposentados e pensionista no mês de setembro

Corpo de mulher em estado de decomposição é encontrado em Aracatu

'Números de óbitos ainda estão altos', diz Rui ao ser questionado sobre volta às aulas


Malhada de Pedras: TRE acolhe recurso de prefeita e do vice e mantém mandatos

Foto: Reprodução

A prefeita de Malhada de Pedras, Terezinha Baleeiro (PP) e seu vice, Adriano Paca (PSD), tiveram recurso aceito pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia para reformar sentença mantendo os mandatos outorgados pelos eleitores. Eles eram acusados de abuso de poder econômico, abuso de poder político e captação ilícita. "Acordam os membros do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, à unanimidade, inacolher as preliminares e, no mérito, por maioria, vencidos o Relator e o Juiz Henrique Gonçalves Trindade, dar provimento ao recurso, nos termos do voto do desembargador Roberto Maynard Frank", pontua na decisão. A tese do escritório Vaz & Lomanto logrou êxito e reverteu a decisão contrária por 5x2. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário