ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Polícia encontra depósito clandestino de combustíveis em Itapetinga

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Abastecimento em bairros e localidades rurais de Brumado registra irregularidade por falta de energia elétrica

Preço da gasolina sobe quase 60 centavos e chega a R$ 5,09 em Brumado

Clínica Mais Vida traz para Brumado o que há de mais moderno em Ultrassonografia de qualidade e alta definição

Barra do Choça: Mulher é encontrada morta dentro de casa; suspeito possuía dívida de R$15 mil

Acusado de furtar seringas, servidor foi encontrado morto antes de ser ouvido em Conquista

Fim de semana com alimentos saudáveis é na Bete Fruits

47 novos casos de coronavírus são registrados nas últimas 24h em Brumado

Brumado; Presidente da Câmara afirma que áudio em que ele pede 'farra' no primeiro salário, 'não passou de uma brincadeira entre eles'


Vacina russa é segura e induz resposta imune, aponta 1º estudo

Foto: Reprodução

O primeiro estudo referente a vacina russa contra a covid-19, chamada de Sputnik V, foi publicado nesta sexta-feira (4), pela revista científica Lancet. De acordo com a pesquisa, que apresenta resultados referente às fases 1 e 2, o imunizante parece seguro, e não causa efeitos adversos importantes, além da capacidade de induzir a resposta imune (produção de anticorpos) no organismo dos voluntários. Por outro lado, pesquisadores alertam que uma vacina desenvolvida de maneira precipitada pode ser perigosa, uma vez que a fase final dos testes (3), que normalmente dura meses e envolve milhares de voluntários, começou apenas recentemente. Os autores da pesquisa, porém, fazem uma ressalva. Não houve grupo de controle, aquele que recebe uma substância inativa, o placebo. Com isso, não foi possível comparar os efeitos da vacina russa em quem a recebeu com os que não a receberam, o que é considerado pelos pesquisadores como uma limitação do estudo.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário