ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Operação Campo Seco cumpre mandado na zona rural do município

'VLI causa prejuízo claro à coisa pública', diz a ANTT sobre ferrovia que corta a Bahia

Profissionais de saúde receberão dose de reforço contra a Covid, diz ministro da Saúde

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 7 milhões

Familiares cobram de Rui Costa inauguração do presídio de Brumado, prevista para o fim de julho

Brasil: Bolsonaro afirma que extrapolou durante discursos nas manifestações de 7 de Setembro

Azeite da Chapada Diamantina conquista medalha de ouro durante concurso em Paris

Vitória da Conquista: Mulher é presa com maconha, cocaína e lança-perfume em ônibus

Brumado: Avenida Lindolfo Azevedo Brito será duplicação de 1 km e meio e terá ciclovia

Brumado: Busca pela 3ª dose da vacina contra a Covid tem sido satisfatória

Infectologista da Clínica Mais Vida destaca a importância de acompanhamento médico para síndrome pós Covid 19

Com queda de internações, Brumado poderá encerrar atividades da UPA Covid

Brumado: Boletim aponta 49 pessoas em tratamento por conta da Covid-19

Na Semana Nacional de Trânsito, SMTT realiza blitz educativa no centro de Brumado

Moradores registram vazamento de água no centro de Brumado; veja vídeo

Pediatra é assassinado dentro de consultório no oeste da Bahia

Brumado: Dois foragidos da operação 'Apópeira' se entregam à Polícia

Colisão entre ônibus que seguia para Abaíra e veículo de passeio deixa mortos e feridos

Brumado: Um homem foi preso durante operação das Polícias Civil e Militar; dois ainda são procurados

Bahia: Governo nomeia 39 investigadores da Polícia Civil e anuncia convocação de mais 171 professores


Rui Costa pede a Bolsonaro respeito a 'esforço de governadores e prefeitos', e que governe 'sem picuinha'

Foto: Reprodução

O governador Rui Costa pediu na noite de quarta-feira (29) para que o presidente Jair Bolsonaro respeitasse às famílias das vítimas da Covid-19 e começasse a governar o Brasil com seriedade e sem "fazer picuinha". A declaração foi feita através das redes sociais, horas após o presidente afirmar que a cobrança sobre as mortes provocadas pelo novo coronavírus no Brasil deve ser feita a governadores e prefeitos que adotaram medidas de isolamento para tentar conter o contágio pela Covid-19. “Quero comentar uma fala do presidente da república vestido com camisa de time futebol, hoje, quarta-feira, dia de trabalho, se referindo a uma entrevista que eu dei chamando de palhaçada. Queria dizer ao presidente que não vou mudar meus padrões éticos e de comportamento para responder ao presidente. Não vou usar as mesmas palavras para me dirigir a vossa excelência. O que vou lhe pedir é que comece a governador o Brasil com seriedade, que tenha respeito pelas famílias das vítimas. Outras famílias vão chorar nos próximos dias", disse o governador da Bahia. "Passe a governar sem fazer picuinha política ou agressão. Respeite o esforço de governadores e prefeitos para salvar vidas humanas. É isso que o Brasil espera do seu presidente da república. É isso que o Brasil assiste admirando outros presidentes unindo seu país. Ao invés de tratar as coisas de forma debochada, tenha respeito pela vida humana, tenha respeito pelos prefeitos e governadores. Vamos governar e tentar salvar a vida das pessoas, o emprego, a renda. Não é com atitudes desse tipo que o senhor vai conduzir o país. Não é em meu nome, mas em nome do povo brasileiro que acreditou no senhor. Por favor, respeite as pessoas, a vida humana”, concluiu Rui Costa. As informações são do site G1.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário