ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Mortes de profissionais da saúde por Covid-19 despencam após vacina, indicam estudos

Brumado: Homem tenta assaltar supermercado com 'garrucha' e é contido por populares

Brumado registra quatro óbitos de coronavírus em 24h

Jovem de 20 anos morre após acidente entre motocicleta e carro na BA-262, trecho entre Brumado e Aracatu

Brumado: Surto de Covid-19 atinge o legislativo brumadense, diz vice-presidente da Câmara

‘Ministério não tem vara de condão para resolver todos os problemas’, diz Queiroga sobre falta de vacina contra covid

Vereador Beto Bonelly convida empresários de Vitória da Conquista para conhecer potencial de Brumado

Brumado: Após vazar na imprensa, prefeitura faz distrato de contrato com empresa contratada para gerenciar UTI Covid

Secretaria de Saúde divulga calendário de vacinação para idosos a partir de 64 anos

Nova Lei do gás trás novas regras para o setor

Conselho Tutelar denuncia mãe por maus tratos em filha de 8 anos em Livramento de Nossa Senhora

Bahia: Motorista atropela vacinadora em posto de vacinação drive-thru; veja o vídeo

Brumado: Sem trabalho por conta da pandemia, cuidadora de idosos chegou alimentar filhos com farinha e água

Brumadense com guillan-barré está internada há mais de 30 dias em Vitória da Conquista à espera de medicamento

Bahia vacinou 12,5% da população contra Covid-19, diz consórcio de imprensa

Brumado: PM apreende homem e adolescente com drogas na Praça da Cebola

presidente da Câmara de Brumado é transferido para Vitória da Conquista

Bamin vence leilão da Fiol e retomará obra com aplicação de R$ 3,3 bilhões

Brumado confirma três mortes de Covid-19 em 24h

Novo lote com mais de 280 mil vacinas contra a Covid-19 chega à Bahia


Auxílio emergencial de R$ 600 ainda precisa ser regulamentado pelo Governo Federal

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O auxílio emergencial de R$ 600, apelidado de “Coronavoucher”, foi aprovado pelo Plenário do Senado Federal na segunda-feira (30) após aprovação na semana passada pela Câmara dos Deputados. O valor será destinado a trabalhadores informais de baixa renda durante a pandemia do novo coronavírus. A princípio, o pagamento será feito por três meses, mas poderá ser prorrogado, caso os efeitos da pandemia perdurem por mais tempo. Serão beneficiados os cidadãos maiores de idade sem emprego formal, mas que estão na condição de trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI) ou contribuintes da Previdência Social. Também é necessário ter renda familiar mensal inferior a meio salário mínimo per capita ou três salários mínimos no total e não ser beneficiário de outros programas sociais ou do seguro-desemprego. O texto aprovado prevê a concessão do auxílio emergencial de R$ 600, sendo limitado a dois membros, de modo que cada grupo familiar poderá receber até R$ 1.200. No caso de “mães solteiras”, o benefício será de R$ 1.200. É importante ressaltar que ninguém deve procurar os bancos por enquanto para obter informações sobre o auxílio emergencial, uma vez que o pagamento precisa ainda ser regulamentado pelo Governo Federal. A ida às agências neste momento só irá piorar o quadro de aglomeração de pessoas nestes locais.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário