ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Adolescente de 13 anos diagnosticada com tumor no cérebro aguarda por uma vaga em uma UTI avançada

Novo carregamento da vacina pediátrica da Pfizer chega ao Brasil

Mulher doa rim para namorado e homem acaba relacionamento após traí-la

Guanambi: Duas pessoas são conduzidas à delegacia por furto de energia

Euclides da Cunha: Mulher é achada morta dentro de imóvel com sinais de enforcamento

Brasil registra 84 mil casos de Covid e cerca de 1 milhão em uma semana

Guanambi: Prefeitura habilita 10 leitos clínicos para tratamento da Covid-19 e mais 10 leitos de suporte à UPA

Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19 e registra 18 mortes pela doença

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira


São Paulo cria comitê de coronavírus e deve preparar leitos de hospital

Foto: Reprodução

O governo de São Paulo decidiu criar um comitê de contingenciamento para enfrentar a chegada do coronavírus. Ele será coordenado pelo infectologista David Uip e reunirá os maiores especialistas em doenças contagiosas do estado, como o infectologista Marcos Boulos, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e o diretor do hospital Emílio Rivas, Luiz Carlos Pereira Junior. O estado registrou na terça (25) o primeiro caso de coronavírus do Brasil. O paciente está internado no hospital Albert Einstein e foi contaminado na Itália, onde esteve em viagem a trabalho de 9 a 21 de fevereiro. Há planos de contingenciamento já elaborados para enfrentar a chegada do vírus. Uma das primeiras providências deve ser isolar leitos de hospitais públicos e privados para receber eventuais pacientes infectados. Haverá também medidas de proteção a profissionais de saúde e estudos rigorosos sobre o fluxo de entrada de pacientes no sistema de atendimento e hospitalar. Ainda segundo o governo, várias questões precisarão ser esclarecidas para a população – como a necessidade de uso de máscaras, por exemplo. Elas precisam ser descartadas a cada período e cada pessoa teria que usar no mínimo três máscaras por dia. "Seriam 600 milhões de unidades por dia", afirma.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário