ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

'Brumadinho de açúcar': Buracos em ruas causam prejuízos e acidentes de trânsito

Brumado: Mais uma terceirizada da Coelba é acusada de atrasar salários de colaboradores

Variante Ômicron representa risco global muito alto, alerta OMS

Prefeito de Brumado anuncia antecipação da 2ª parcela do 13º salário

Campanha 'Natal solidário - Convida 20 Sem Fome' arrecada alimentos para famílias carentes

Brumado: Aluga-se galpão de 466 m² no bairro Malhada Branca

Chuvas deixam 50 pessoas desabrigadas e causam transtornos em Anagé

Carro é danificado e motorista por pouco não é linchado em Brumado

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia

Brumado: Sem pneus, carro é incendiado no bairro Dr. Juracy

Os melhores aromatizantes para ambientes você encontra na Império Utilidades

Após tentar por 27 vezes, vendedor ambulante passa em concurso da Polícia Militar da Bahia

Após fortes chuvas, lama invade casas em Itacaré

RotSat: Conheça o nosso site com 'Menu' de acesso rápido

Brumado: Modelo de escolas em Tempo Integral chamam a atenção de municípios da Região

Homem é condenado a mais de 20 anos por feminicídio de servidora do Detran-BA

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Palmeiras vence Flamengo na prorrogação e conquista 3º título da Libertadores

Caso Ariane: Acusado de feminicídio em 2019 é absolvido pelo júri e tem pena de 1 ano e meio

Brumado: Calçamento cede e caminhão fica com a roda presa no buraco no bairro Baraúnas


Paralisação: Professores estaduais vão às ruas de Brumado em protesto contra cortes de Rui Costa

Foto: Manu Nunes l 97NEWS

Às vésperas do carnaval, o governador Rui Costa (PT) enfrenta nesta semana uma onda de protestos promovido pelos educadores estaduais contra sua gestão. A categoria reivindica melhorias no setor, como o reajuste linear de 12,84%, tabela, piso salarial, reforma do Ensino Médio e Bolsa Auxílio. Na tarde de terça-feira (18) os profissionais realizaram um protesto, na Praça Armindo Azevedo, em Brumado, e com faixas e cartazes chamaram a atenção do Estado. Com frases: "Governador, o plano de carreira do magistério precisa ser respeitado! Reajuste linear para toda a categoria." Outro cartaz dizia: "O Governo quer derrubar a educação porque ela derruba o governo". Em entrevista ao 97NEWS, o vice-diretor da APLB/Caatinga, André Azevedo, relatou que o evento foi o primeiro da agenda de paralisação e, que se estenderá por toda a Bahia durante a semana. Segundo ele, no início seriam discutidos trinta e um pontos na pauta, mas em comum acordo, foram reduzidos para oito as reivindicações ao governo do Estado. Ele classificou no qual o que mais irritou a categoria foi o não repasse dos 12,84% do piso do magistério pelo governador Rui Costa aos profissionais. "É necessário que fique claro que não é um aumento que nós estamos pedindo, é apenas um repasse. O governo federal fez a parte dele e, nos surpreendeu com esses 12,84. E o governo Rui Costa simplesmente não repassou esse valor", declara Azevedo. 

Foto: Manu Nunes l 97NEWS

Desde o ano passado, Rui Costa vem diminuindo repasses e até realizando cortes, como foi o caso da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 159 de 2020, que prevê, entre outros itens, a mudança na previdência dos funcionários públicos do estado. A PEC foi aprovada no dia 31 de janeiro em meio a protestos na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). De acordo com André Azevedo, a categoria defende um aumento linear, e não da forma que o governo da Bahia vem oferecendo. "Os professores que iniciaram a carreira agora, ele deu reajuste de 3, 6 e até 11%, o que ficaria abaixo do piso. E nós da categoria queremos que esse aumento seja linear, ou seja, contemple todos da categoria. E não repassando esse aumento, ele atinge diretamente o nosso plano de cargos de salários, que foi uma conquista desde 2002", disse o vice-diretor da APLB/Caatinga. Os servidores estaduais da educação seguem a paralisação até a sexta-feira (21), onde a categoria decidirá se haverá ou não o indicativo de greve. Em Brumado, a rede estadual de ensino é atendida pelo Colégio Estadual de Brumado (CEB), Getúlio Vargas e CEEP.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário