ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Jornalista Daniel Simurro morre aos 58 anos em Brumado

Brumado: Há 19 dias município não registra morte por Covid-19

Guanambi: Rui entrega reforma de estrada e autoriza R$ 35 milhões em ações

Brumado: Blogueiro Daniel Simurro é internado após mal súbito em sua residência

Brumado: Sindicato dos Mineradores denuncia assédio moral em empresa de refino de talco

Brumado retoma vacinação de adolescentes com 16 e 17 anos nesta terça-feira (21)

Novas chamas atingem Chapada Diamantina entre Mucugê e Lençóis

Caetité lidera produção mineral baiana em agosto

Em carta, governadores desmentem Bolsonaro sobre alta da gasolina

Brumado: Manifestantes protestam contra Bolsonaro e prefeito Eduardo Vasconcelos em praça pública

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Brumadenses são presos em Goiás por roubo de carga avaliada em R$ 180 mil

Brumado vacina contra a Covid nesta segunda-feira, pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades

Bombeiros continuam em combate a incêndios na Bahia

Brumado: Mulher fica ferida após acidente entre carro e moto no bairro Santa Tereza

Vítima de câncer, morre ator Luis Gustavo aos 87 anos

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vacina da Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de SP


MP instaura inquérito civil para averiguar descarte de lixo hospitalar em Brumado

Foto: Manu Nunes l 97NEWS

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça de Brumado, instaurou inquérito civil a fim de apurar irregularidades no descarte de lixo hospitalar nas unidades de saúde pública e, em estabelecimentos particulares. A medida foi tomada após denúncias com fotos e vídeos em que mostram vários baldes de lixo infecto contaminante que foram encontrados acumulados na área externa do Hospital Municipal Professor Magalhães Neto. No ano passado, o 97NEWS registrou o fato em que aparece cerca de 25 baldes contendo lixo hospitalar no local. Em entrevista ao site, o Secretário de Saúde do município, disse que o procedimento era padrão, já que uma empresa terceirizada recolhe o  lixo frequentemente para um local de processamento da empresa, e com equipamentos adequados. No inquérito, o promotor de Justiça Millen Castro Medeiros de Moura, explica que com base na representação no dia 28 de março de 2019, traz indícios de que a Prefeitura de Brumado estaria descartando o lixo de forma irregular, o que poderia ensejar no surgimento de vetores transmissores de doenças infecciosas e gerar prejuízos ao meio ambiente, "resolve instaurar inquérito civil, para apurar a irregularidade da gestão, tanto nas unidades públicas com em privadas". Millen Castro disse ainda que diante da gravidade dos fatos determinou a tomada de providências num prazo de 10 dias, para que a Vigilância Sanitária e a empresa RTR Empreendimentos Ambientais apresentem informações detalhadas sobre as ações desenvolvidas pelo Município no manejo de resíduos sólidos hospitalares. As autoridades competentes foram acionadas para apurar as responsabilidades deste caso. As respostas serão recebidas e vão para analise na Promotoria de Brumado. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário