ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Brumadenses são presos em Goiás por roubo de carga avaliada em R$ 180 mil

Brumado vacina contra a Covid nesta segunda-feira, pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades

Bombeiros continuam em combate a incêndios na Bahia

Brumado: Mulher fica ferida após acidente entre carro e moto no bairro Santa Tereza

Vítima de câncer, morre ator Luis Gustavo aos 87 anos

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vacina da Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de SP

Brumado: Tentativa de homicídio é registrada na Vila Presidente Vargas

Nove cidades sofrem com focos de incêndio na Bahia

Em vista a Paratinga, presidente da Câmara de Brumado conhece Associações e projetos importantes

CIB recomenda retomada imediata da vacinação de adolescentes na Bahia


Superendividamento atinge 30 milhões de brasileiros

Foto: Reprodução

De acordo com dados do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), mais de 30 milhões de brasileiros estão superendividados, ou seja, pessoas que não possuem mais condições financeiras para pagar suas dívidas. Esse número representa a metade dos brasileiros que estão negativados. O superendividamento pode ser causado por diversos fatores, como desemprego, compras por impulso, financiamentos, falta de planejamento e controle dos gastos. É considerado um superendividado o consumidor que possui dívidas que superem sua renda e seu patrimônio. Apesar de ser difícil sair do superendividamento, especialistas garantem que não é impossível: o primeiro passo é se organizar e buscar alternativas – sempre com planejamento – que podem ajudar a ter uma vida financeira saudável. O consignado, por ter taxas de juros mais baixas, pode ser uma boa opção para pagar as chamadas “super” dívidas. Você troca uma dívida cara, por uma mais barata. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário