ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Palmeiras vence Flamengo na prorrogação e conquista 3º título da Libertadores

Brumado: Calçamento cede e caminhão fica com a roda presa no buraco no bairro Baraúnas

Caetité: Município volta registrar morte por Covid-19; uma mulher de 78 anos

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

Brumado: SESOC discuti criação o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher

'Brasil e o mundo não aguentam um novo lockdown', diz Presidente

27 de Novembro - Dia Nacional de Combate ao Câncer alerta para a prevenção da doença

Caculé: Família procura por advogado de 47 anos que está desaparecido

Suspeito de estuprar mulher após simular sessão espiritual é preso na Bahia

PMs são acusados de extorquir R$ 200 mil de família de ciganos

Criado em 1979, Tiro de Guerra de Brumado completa 42 anos

Brumado: Mais bancários, menos filas; Sindicato denuncia demissões nas agências bancárias do Sudoeste

Sem considerar pandemia, expectativa de vida do brasileiro sobe para 76,8 anos

Episódio #004 Tema Livre Podcast está imperdível com o radialista Kaká.

Sindicato dos bancários garante mais uma reintegração no Bradesco

Brumado: Blitz educativa da SMTT orienta condutores sobre o uso do cinto de segurança e 'jugular' no capacete

Colaboradores da Maxxnet doam sangue no Hemoba de Brumado

Brumado: Inadimplentes podem procurar agência dos Correios para o 'Feirão Limpa Nome'

Pai é preso por dever R$ 14 mil de pensão alimentícia na Bahia

Especialistas sugerem fiscalização extra nas urnas eletrônicas para combater fake news


Brumado: 'Zitim do Bahia', um mito no futebol brumadense

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Nascido em 1933 na cidade de Milagres, no Vale do Jequiriçá, Zezito Brito, o "Zitim do Bahia" com 86 anos acumula muita história no futebol de Brumado. A reportagem do 97NEWS esteve na casa do brumadense de coração e ouviu as histórias do Zitim, que foi um dos fundadores do time amador mais querido do bairro Dr. Juracy, o Bahia. Defensor ferrenho da modalidade esportiva, Zezito conta que assim que chegou na Capital do Minério resolveu junto com outros colegas montar um time, isso no fim da década de 70 para 80. "Esse time foi criado pelo finado Firmino e os filhos, por mim e minha mulher. Ai nasceu o Bahia, que foi tomando conta e se espalhando pela cidade, onde todos tinha respeito pelo Bahia", conta Brito. Também apaixonada pelo futebol, a esposa de Zezito, a dona Matilde Oliveira relata que o Bahia tinha uma energia contagiante quando chegava para jogar. "Era tanta torcida. Lembro de uma época que teve um jogo aqui no bairro e o time inteiro com a torcida saiu da minha casa em fila e foi para o campo, foi muito lindo", relembra Matilde. Para Zitim, o Bahia é um time de muitas glórias e alegrias, o que segundo ele, contribuiu muito para o futebol brumadense. "Em qualquer lugar desse sertão baiano, o nome de Brumado é lembrado por conta do Bahia", declarou. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Com uma galeria de troféus na sala de casa, Zezito lembra de cada um deles, sua história, cidade e momentos inesquecíveis que não saem da memória. "Nós temos aqui troféu de Rio de Contas, Dom Basílio, Brumado e outras cidades que o Bahia passou e venceu campeonatos por ai a fora. Tem muita história meu filho", lembra o treinador do Bahia. Sobre o futebol atual, Zitim como não tem "papas na língua", declarou. "O futebol de hoje acabou, a meninada hoje não quer nada não, muitos são mercenários jogam por dinheiro, não tem amor pelo futebol", afirmou. Sem atuar por vários anos, a novidade é que o Bahia poderá voltar à campo nos próximos anos, mas segundo seu Zezito, ele ainda estuda a proposta feita por um amigo dele. "Estão querendo voltar com o Bahia, mas estamos avaliando. O Bahia tem história, e eu não quero voltar só por voltar, tem que ser um time de coração", disse o desportista. Ainda sobre o amor ao clube, Zitim conta que sente saudades da época que o time jogava pela camisa, pela cidade de Brumado em jogos fora da cidade. "O Bahia está no meu sangue, na minha vida[...] me emociono quando revejo as fotos os troféus, quando alguns torcedores contam do Bahia de antigamente", se emociona Zitim, que ainda guarda uniformes, bolas e chuteiras do time. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS


Comentários

  • Alex Sander

    "Bom dia a todos! Deixo minha indignação ainda na escolha ao deixar de ser homenageado a pessoa do Sr. Zezito (Zitin do Bahia) ao estádio do nosso município, assim dando um nome a pessoas que nunca fizeram por merecer tanto, apenas por ser uma pessoas de poder aquisitivo. "

  • Quelle Brito

    "Parabéns pela matéria! Sr. Zito fez e ainda faz muito pelo futebol Brumadense. "

Deixe seu comentário