ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Jornalista Daniel Simurro morre aos 58 anos em Brumado

Brumado: Há 19 dias município não registra morte por Covid-19

Guanambi: Rui entrega reforma de estrada e autoriza R$ 35 milhões em ações

Brumado: Blogueiro Daniel Simurro é internado após mal súbito em sua residência

Brumado: Sindicato dos Mineradores denuncia assédio moral em empresa de refino de talco

Brumado retoma vacinação de adolescentes com 16 e 17 anos nesta terça-feira (21)

Novas chamas atingem Chapada Diamantina entre Mucugê e Lençóis

Caetité lidera produção mineral baiana em agosto

Em carta, governadores desmentem Bolsonaro sobre alta da gasolina

Brumado: Manifestantes protestam contra Bolsonaro e prefeito Eduardo Vasconcelos em praça pública

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Brumadenses são presos em Goiás por roubo de carga avaliada em R$ 180 mil

Brumado vacina contra a Covid nesta segunda-feira, pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades

Bombeiros continuam em combate a incêndios na Bahia

Brumado: Mulher fica ferida após acidente entre carro e moto no bairro Santa Tereza

Vítima de câncer, morre ator Luis Gustavo aos 87 anos

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vacina da Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de SP

Brumado: Tentativa de homicídio é registrada na Vila Presidente Vargas


Mulher grava vídeo logo após matar companheiro atropelado: 'Matei porque ele falou que eu ia morrer'

Foto: Reprodução l Vídeo

Uma mulher foi presa em flagrante após matar o companheiro atropelado em Ituverava (SP) no último dia 28. Logo após o crime, ela gravou um vídeo confessando o crime e disse que estava sendo ameaçada. "Matei. Matei porque ele falou que eu ia morrer", disse Cláudia Aparecida Fernandes Nascimento, de 47 anos, em gravação publicada nas redes sociais. Segundo informações registradas em boletim de ocorrência, Adriano Joaquim Sampaio, de 45 anos, morreu após ser atingido duas vezes de carro no bairro Marajoara, por volta das 20h40. Ela foi levada ao plantão policial, onde foi indiciada por homicídio qualificado doloso, cometido quando há intenção de matar, e por embriaguez ao volante. A vítima foi arrastada por alguns metros e ficou preso nas ferragens. Quando os agentes chegaram ao local, encontraram o homem sob o carro e confirmaram a morte. O corpo foi retirado com a ajuda de moradores. Ela passou por audiência de custódia no domingo (29) e foi encaminhada para a penitenciária feminina da Guariba (SP). Ela conta que tinha uma medida protetiva, mas vinha sendo ameaçada de morte por ele. "Se eu tiver que chorar eu vou chorar, porque eu amo, mas de arrependimento eu não vou chorar. Ele me fez sofrer", disse. Ainda enquanto Cláudia gravava o vídeo, era possível ouvir o som de sirenes no local. A mulher se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas teve a embriaguez constatada por um médico legista.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário