ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Conquista: Comerciante é preso vendendo celulares com restrição de roubo

Bahia receberá primeira Copa Indígena de Futebol

Empresa brumadense está entre as classificadas para o Prêmio BBM de Logística 2021

Caminhoneiros acusam ministro de se empenhar para desarticular greve

Itapetinga: Homem é preso suspeito de se passar por funcionário de bancos e aplicar golpes de mais de R$ 50 mil

Brumado: Moradores da rua Bocaiuva reclamam que coleta não está sendo realizada e lixo se acumula pela rua

Novo decreto que vai liberar 50% da capacidade dos estádios na Bahia

Brumado: Moradores da Rua Princesa Leopoldina rompem manilha de esgoto após alagamento de casas

Brumado: Moradores reclamam de criação de porcos perto de residências no bairro São Felix

Brumado: Câmara recua e não vota proposta para volta das máscaras de proteção

Conquista: Acidente entre carro de passeio e carreta deixa quatro mortos

Senhor do Bonfim: Operação prende empresário considerado 'príncipe do tráfico'

Após reivindicação da vereadora Verimar, operação 'Água Potável' é iniciada em Brumado

Petrobras sobe novamente preços da gasolina e do diesel

Brumado: OAB vai acionar prefeito na Justiça após decreto que liberou uso de máscaras

Brumado: Colisão lateral entre veículo de passeio e moto deixa dois feridos na BA-148

Motociclista de 42 anos morre em acidente na BA-148

Brumado: Venha conhecer a loja Império Utilidades

Obras da Fiol entre Ilhéus e Caetité vai gerar até 60 mil novos empregos

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia


Estudo realizado em Brumado faz um alerta sobre o assoreamento do leito no Rio do Antônio

Foto: Luciano Santos l 97News

“O rio se encontra morto. No trecho que corta a cidade, a situação de poluição do rio é mais intensa”. Essa previsão é da professora especialista em mineração e meio ambiente, Camila Reis. Segundo a professora, o assoreamento, fenômeno conhecido como o soterramento do leito do rio, ocorre devido à quantidade de sedimentos deixados no afluente ao longo dos anos. Segundo ela, dados e imagens via satélite referentes ao atual estado do leito da barragem do Rio do Antônio, mostram que da área total da barragem, que são cerca de 241 hectares, 18,8% encontra-se com a lâmina d'água exposta e 64,5% está assoreada. 

Foto: Reprodução l Google Mapas

Descarga de esgoto e afluentes domésticos, além da acumulação de material orgânico e de entulho no entorno da barragem, estão entre as causas para o assoreamento do leito do rio. “A lâmina d'água está realmente muito pequena, impossibilitando o seu uso para lazer ou atividades de captação de água”, afirmou. Para tentar evitar que o assoreamento do Rio do Antônio, ela aposta na educação ambiental e na limpeza da calha da barragem para aumentar a sua capacidade de armazenamento e evitar possíveis transbordamentos em épocas de chuva. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário