ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

SSP aponta que mais de 400 suspeitos de agredir mulheres foram presos nos primeiros sete meses de 2020

Hospital de Guanambi passa a contar com túnel de desinfecção

Lei Maria da Penha completa 14 anos ampliando medidas de proteção às mulheres

WSouza comemora mais de 2 mil inscritos em canal no Youtube

Carga de maconha avaliada em R$ 12 milhões é apreendida por polícia

Chegou em Brumado a loja que faltava! Império 10

Recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina. diz OMS

Bahia: Policiais civis anunciam paralisação de 24h na próxima terça-feira (11)

Agosto Dourado - a importância do aleitamento materno

Bahia chega a menor índice de ocupação de UTIs desde 25 de maio

Instituto Butantan diz ser possível ter vacina da Covid-19 para registro em outubro

Governador anuncia volta do transporte intermunicipal em algumas cidades da Bahia

'Prefeito de Brumado perdeu a capacidade de ouvir as pessoas', diz Fabrício Abrantes em entrevista à Brasil FM

Cinco pacientes estão internados com Covid-19 em Brumado

Morre aos 73 anos o ator Gésio Amadeu; artista foi diagnosticado com a Covid-19

Em dia de romaria, visitação à gruta de Bom Jesus da Lapa é reduzida

Comércio busca se adaptar para proteger clietes do novo coronavírus em Brumado

Bolsonaro diz que não vai continuar pagando auxílio emergencial por muito tempo

Brumado: 1.068 pacientes tiveram exames descartados e 479 estão curados da Covid-19

Operação integrada desarticula quadrilha de roubo a bancos em Juazeiro


Brumado: Câmara nega aumento do salário de vereadores em sessão de encerramento do Legislativo na quarta (18)

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Após a veiculação da matéria em que cita "aumento" no salário dos vereadores para o exercício de 2021, a Câmara de Brumado emitiu nota esclarecendo que não foi discutido e nem muito menos votado na sessão de encerramento do Poder Legislativo na noite de quarta-feira (18), o veto que prevê reajuste nos salários dos vereadores. Segundo a Câmara, o veto do Executivo que foi derrubado na quarta, foi referente ao Projeto de Resolução 38/2019, que autoriza o reajuste aos servidores com cargos comissionados.  "Não teve qualquer ligação com o aumento do subsídio da vereança". De acordo com o Legislativo, "as discussões sobre o aumento foram deixadas de lado, pois todos entenderam que não era o momento e que as necessidades do município, como a aprovação do orçamento anual, eram muito mais importantes". Conforme a Casa Legislativa, o salário dos vereadores continua o mesmo, "valendo ressaltar que o aumento, caso fosse aprovado, teria base constitucional, além do que os parlamentares estão sem correção já tem 8 anos".  

 



Comentários

  • Jadir Batista da Silva

    "Não é pretensão opinar se é justo ou constitucional o aumento da subvenção dos vereadores. É oportuno entender e se solidarizar com a dificuldade econômica pela qual o país está passando e não criar mais despesa para os contribuintes. "

Deixe seu comentário