ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Tecnicos do Ibametro visitam Brumado para instalação de radares e taxímetros

Homem é preso suspeito de matar enteado de 11 meses com soco na cabeça

Bahia: Preço da carne apresenta leve queda após 16 meses de alta

Pfizer pedirá autorização de uso de vacina em crianças no Brasil em novembro

Desemprego no país cai a 13,2% no trimestre até agosto, aponta IBGE

Brumado: Prefeito Eduardo Vasconcelos é convidado para Conferência da ONU

Casos ativos da Covid-19 voltam a cair após 4 dias na Bahia; estado registra 9 óbitos em 24h

Embasa é acionada por descarte irregular de resíduos em Morro do Chapéu

Brumado: Terminal Rodoviário passa por manutenção e conservação

Conquista: Comerciante é preso vendendo celulares com restrição de roubo

Bahia receberá primeira Copa Indígena de Futebol

Empresa brumadense está entre as classificadas para o Prêmio BBM de Logística 2021

Caminhoneiros acusam ministro de se empenhar para desarticular greve

Itapetinga: Homem é preso suspeito de se passar por funcionário de bancos e aplicar golpes de mais de R$ 50 mil

Brumado: Moradores da rua Bocaiuva reclamam que coleta não está sendo realizada e lixo se acumula pela rua

Novo decreto que vai liberar 50% da capacidade dos estádios na Bahia

Brumado: Moradores da Rua Princesa Leopoldina rompem manilha de esgoto após alagamento de casas

Brumado: Moradores reclamam de criação de porcos perto de residências no bairro São Felix

Brumado: Câmara recua e não vota proposta para volta das máscaras de proteção

Conquista: Acidente entre carro de passeio e carreta deixa quatro mortos


Brumado: Eduardo Vasconcelos veta proposta de aumento de salários dos vereadores

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O prefeito de Brumado, Eduardo Vasconcelos (PSB), vetou o projeto de lei (039/2019) aprovado pelos vereadores da cidade, que concede aumento para a próxima legislatura de 2021. A procuradoria-geral do município defende ainda que há inconstitucionalidade nas proposta. O anúncio foi feito por Vasconcelos na terça-feira (17). Nele, o prefeito argumenta que o veto é vem da ausência de adequação temporal e ausência de razoabilidade. Além disso, o prefeito argumentou que, por mais que a Câmara Municipal tenha, de fato, competência para propor o aumento, somente no último ano da legislatura é que a proposta deve ser apresentada para viger na legislatura subsequente. “Somente no curso do exercício de 2020, antes das eleições, que se deve ser desencadeado e finalizado o processo legislativo para fixação de subsídios para vereadores, para a legislatura subsequente”, disse o gestor. Ele ainda classificou como "injusta", uma proposta de aumento para membros do Legislativo enquantoque outros servidores da cidade ainda não foram contemplados pelo reajuste do piso salarial. "Seria uma incoerência aumentar o salário dos legisladores e não corrigir essa injustiça com outros", completou. O projeto votado pelos vereadores prevê um salto no salário, que hoje é de R$ 8 mil, e em 2021, passaria para R$ 10.128,90, de acordo com a proposta.



Comentários

  • Genilson Pereira

    "Tudo isso é para chamar atenção do povo, para que os mesmos "acreditem" nele e votem nas próximas eleições. Mas não vai adiantar muito, a gestão está chegando ao fim, aproveite o próximo ano de seu mandato e continue inaugurando "ruas" (risos). Onde se viu inaugurar ruas? Só na gestão deste senhor. "

Deixe seu comentário