ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

PMs de Contendas do Sincorá e Vitória da Conquista são investigados por homicídios em 2018 e 2019

Bahia confirma mais dois casos da varíola dos macacos nesta sexta

Badalado restaurante de Livramento é demolido pelos proprietários após decisão Judicial

Atleta vai representar Brumado no Campeonato Baiano de Karatê em Salvador

Brumado: Câmera flagra homem furtando caixa de som em loja de utilidades do centro; assista

Brumado: 34ª CIPM intensifica segurança e realiza blitz na cidade

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana

Polícia descobre desmanche de carros durante operação em Caetité

Bahia tem nova redução e gasolina fica quase 10% mais barata; em Brumado o valor chega a R$ 5,09

Lacen realiza coleta de sangue de morador de Brumado com suspeita de Monkeypox

Vaca escorrega após invadir farmácia no Oeste da Bahia; vídeo viraliza na internet

'É melhor nos tratarem bem, senão vamos ligar o foda-se', diz Paulo Guedes em resposta à França

Homem é preso em operação de combate à pornografia infantil na Bahia

MP-BA lança cartilha digital que orienta sobre violência doméstica


Brumado: Defensoria Pública Estadual promove evento para celebrar 10 anos da 'Ouvidoria Cidadã'

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Defensoria Pública Estadual (DPE) celebrou na manhã de terça-feira (17), os 10 anos da Ouvidoria Cidadã. O evento aconteceu no Fórum Juíza Leonor da Silva Abreu, em Brumado. Na audiência pública ouve a abertura oficial com vídeo institucional, divulgação do novo site da Ouvidoria, apresentação da revista referente aos 10 anos, além de uma mesa de abertura composta pela ouvidora-geral Sirlene Assis, dos defensores públicos Maiara Sales e Everton Freitas e representantes da sociedade civil. No evento foi debatido assuntos como: Intolerância Religiosa; Violência Policial e Feminicídio. A Ouvidoria Cidadã, por meio desse projeto, tem a finalidade de celebrar as atividades desenvolvidas que foram firmadas na luta para construção de uma sociedade mais justa e igualitária. A celebração é uma oportunidade para estreitar cada vez mais os laços com as autoridades e órgãos públicos, construindo parcerias e projetos que serão desenvolvidos, visando garantir o acesso da população à Justiça. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Segundo a ouvidora Sirlene Assis, a Ouvidoria Cidadã da Defensoria Pública da Bahia é a segunda ouvidoria externa das Defensorias Públicas do país. Iniciou seus trabalhos em março de 2009 e, após 10 anos de atuação, desenvolve suas atividades com referências para demais ouvidorias no país, bem como serve de porta de entrada da sociedade civil na Defensoria Pública. "A Ouvidoria Cidadã aposta no exercício de uma política democrático-participativa para a tomada de decisões estruturantes. E para isso, contamos com o apoio de lideranças da sociedade civil nas cidades onde a Defensoria Pública atua, como órgão de execução, através do seu Grupo Operativo, como é o caso de Brumado", esclareceu. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Ainda segundo ela, desde sua criação até o primeiro semestre deste ano foram mais de 30 mil atendimentos realizados, sejam elas mulheres, juventude, negros, pessoas em situação de rua, as religiões de matrizes africanas, as comunidades LGBT, as pessoas em privação de liberdade e suas famílias e outros grupos. "A gente precisa melhorar a segurança pública da Bahia, e Brumado faz parte deste estado. Onde há um alto índice de mortalidade feminina, também muitas mortes de jovens e a gente ver o clamor dessas mães dizendo [para de nos matar], nós queremos nascer, crescer e envelhecer como qualquer outro grupo social do Brasil", destaca a ouvidora do estado. A audiência pública também contou com a presença de delegados e agentes da polícia civil (20ª Coorpin), além de populares e representantes das entidades de matrizes africanas.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário