ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Número de candidatos que se apresentam com identidade religiosa bate recorde

Anvisa permite importação excepcional de remédios e vacinas para varíola dos macacos

Endocrinologista pediatra da Clínica Mais Vida alerta sobre cuidados com exercícios físicos

Guarda municipal não atua como força policial, decide STJ

CIPRv apreende 2 kg de maconha em ônibus interestadual próximo a Caetité

Brumado: Policial de folga identifica foragido de unidade prisional e aciona guarnição da 34ª CIPM

Homem desmaia após explosão de pneu em borracharia no Oeste da Bahia

Armazém do Criador: 19 de Agosto - Dia da Aviação Agrícola

Brumado tem redução de 40% em crimes violentos letais intencionais no 1º semestre de 2022

Bahia registrou 138 denúncias desde 2019 sobre trabalho escravo

Guanambi: Carro capota e médico sai ileso de acidente na 'Curva da Morte'

Pedestres se arriscam atravessando fora da faixa no centro comercial de Brumado

Adolescente de 15 anos usa a rede social para denunciar abuso sexual em Livramento de Nossa Senhora

Homem é morto a tiros e pedradas em Coaraci

Celular explode enquanto criança de 6 anos assistia vídeo no interior do Ceará

Guanambi: Jovem de 24 anos tem perna amputada após acidente de moto

Vitória da Conquista: Boliviana é presa com cocaína encontrada dentro de saco de 'batatas'

Site do governo da Bahia é suspenso após decisão judicial

Bahia registra 5 mortes e 1.170 novos casos de Covid em 24h

Tema Livre Podcast desta semana conversou com Joan Júnior, cantor e compositor


Eleições 2020: Pré-candidatos testam 'lives' e enquetes nas redes sociais para medir popularidade em Brumado

Foto: Composição l 97NEWS

Pré-candidatos já começaram a testar as redes sociais, em busca de uma vaga para à prefeitura em 2020. O uso da ferramenta serve para saber se a popularidade pode ajudar ou atrapalhar em suas candidaturas. Enquanto novatos contam com “lives” e enquetes para sondar seus seguidores, pré-candidatos experientes são mais céticos quanto à relação entre internet e eleitores. Restando menos de um ano para a próxima eleição, a estratégia dos pré tem sido estar presente nas ferramentas mais populares e agir na rede como ação complementar de divulgação dos conteúdos, abrindo espaço para reação instantânea de seguidores. Fabrício Abrantes, Dr. Geraldo Azevedo, o atual prefeito Eduardo Vasconcelos, Dr. Tiago Amorim e o vereador Zé Ribeiro, estão entre os nomes em duas enquetes divulgadas esta semana para definir votos. Isso pode comprovar uma nova tendência, pelo fato da forte movimentação entre os seguidores dos principais nomes citados ao cargo de prefeito para 2020 em Brumado. Diante do alto envolvimento da população nessas enquetes, não apenas votando, mas também manifestando opiniões sobre os nomes apresentados, é possível perceber uma discussão maior nas redes sociais, se transformando em um espaço democrático e importante para as eleições do município. Mas, outros se preocupam, por outro lado, com o impacto negativo que os séquitos de seguidores nas redes podem ter sobre a democracia. Alguns comentários podem ser mais agressivos e levar ambas as partes para uma briga nos tribunais de justiça. Mas também existe o outro lado da história. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o eleitor que fizer uma enquete nas redes sociais perguntando em quem seus amigos pretendem votar no período eleitoral, pode ser multado. A punição está prevista no artigo 23 da Resolução 23549/2017 do TSE. O texto prevê que “é vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”. De acordo com o TSE, porém, para que seja aplicada a cobrança, é preciso investigação por parte do Ministério Público Eleitoral e condenação por descumprimento da legislação.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário