ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Covid-19: cai de 12 para 8 semanas prazo entre as doses da AstraZeneca

Presidente da Alba assume interinamente o governo da Bahia após viagem de Rui e Vice

MP-BA recomenda que Guanambi desalugue prédio da Cultura após erros em licitação

Brumado tem 100,3% da população acima de 12 anos vacinada com a primeira dose

Bahia: Menino de 11 anos cria simulador para jogos de celular com materiais recicláveis

SSP-BA recebe empresas para contratação de câmeras corporais

Psicóloga Paula Machado aborda o tema: Sabemos lidar com as perdas?

Brumado: Um ano depois, 'funileiro' termina veículo inspirado no modelo WT

Operação Nossa Senhora Aparecida: PRF apreende cerca de R$ 2,5 milhões em drogas nas estradas da Bahia

Brumado: Após bloqueio de moradores, SMTT remove pneus de via no Apertado do Morro

Bahia: No combate a violência doméstica e tráfico de drogas, Polícia deflagra ação no interior

Brumado: Presidente da Câmara é vítima de fake news e denuncia crime à Polícia Cívil

STF derruba lei que liberava venda de remédios para emagrecer

Salvador: PM apreende armamento e drogas durante evento de paredão

Durante live, Bolsonaro volta a defender 'kit covid'

Bahia: Cerca de 14 mil processos de suspensão de CNHs serão arquivados

Brumado: Sindsemb homenageia os professores com mensagem de agradecimento e valorização

STJ autoriza retorno de Maurício Barbosa ao cargo de delegado da PF

Major Leila Silva realiza visita institucional a presidente da Câmara de Brumado

Brumado: TOR apreende produtos eletrônicos sem nota fiscal na BR-030


Brumado: Agentes de endemias intensificam ações para combater o mosquito Aedes aegypti no distrito de Itaquaraí

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Agentes de combate a endemias iniciaram desde o dia 13 de agosto os trabalhos para combater o mosquito da dengue no distrito de Itaquaraí, em Brumado. A força tarefa está atuando no distrito devido ao alto risco de infestação. O levantamento demonstrou que a localidade estava classificada na faixa de alto risco de infestação do Aedes aegypti. Segundo o supervisor de endemias do município, Francirlei Alves, devido um número crescente de notificação para casos suspeitos de dengue na região de Itaquarai, foi feito um planejamento emergencial em 100% dos imóveis da localidade para conter a proliferação do mosquito. “Estamos mobilizando os moradores a não deixarem água acumulada. Sabemos que o distrito contém áreas de risco, então isso favorece a criação do mosquito. Pedimos apoio das pessoas. Se não tivermos consciência, teremos um avanço grande de Aedes aegypti”, destacou. Ainda assim, o coordenador de combate à dengue contou que o combate tem sido satisfatório. "Estamos trabalhando com o bloqueio na área externa dos imóveis para controlar o aparecimento de mais casos e, essa ação vem surgindo efeito pois já percebermos uma queda significativa nas notificação desde que iniciamos o bloqueio", comenta. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Além disto, Alves pede que as pessoas colaborem limpando seus quintais, pois o número de funcionários é reduzido para o tamanho da cidade. Estamos fazendo 100% dos imóveis dessa localidade, mas como frisei, é uma ação emergencial, o combate ao aedes aegypti tem que ser diário, onde a população deve estar atenta para com os cuidados a serem tomados em sua residência, pois uma simples vasilha esquecida em meio ao jardim de uma residência pode se tornar um berçário ideal para proliferação do mosquito. Vamos fechar corretamente as caixa, evitar água parada e assim venceremos essa batalha", alerta. Eles relataram que foram encontradas larvas em alguns imóveis. O tempo para a proliferação delas é de aproximadamente apenas oito dias. A fêmea pode depositar até 1.000 ovos, distribuídos em vários locais. “O trabalho dos agentes de endemia é entrar na residência, quando o morador permite, identificar o foco, se tiver algum criadouro, e ele é destruído”, explica Francielei. Neste período de verão, a preocupação é maior, ainda mais em Brumado, que é uma considerada uma cidade endêmica. Em muitas localidades há áreas cobertas de lixos e recipientes que acumulam água, favoráveis para a proliferação do Aedes aegypti.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário