ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana

Polícia descobre desmanche de carros durante operação em Caetité

Bahia tem nova redução e gasolina fica quase 10% mais barata; em Brumado o valor chega a R$ 5,09

Lacen realiza coleta de sangue de morador de Brumado com suspeita de Monkeypox

Vaca escorrega após invadir farmácia no Oeste da Bahia; vídeo viraliza na internet

'É melhor nos tratarem bem, senão vamos ligar o foda-se', diz Paulo Guedes em resposta à França

Homem é preso em operação de combate à pornografia infantil na Bahia

MP-BA lança cartilha digital que orienta sobre violência doméstica

Rosa Weber é eleita nova presidente do STF

Deputado João Carlos Bacelar discute com agentes de trânsito em Salvador

Brumado: MP instaura inquérito para apurar supostas irregularidades em concurso público da Prefeitura

Produção industrial baiana cresceu 11,9% em junho

Leilão de quase R$ 143 milhões ofertará esgotamento sanitário para Brumado

Manutenção emergencial interrompe abastecimento em Brumado e Malhada de Pedras


Comerciantes de Brumado fecham as portas nesta sexta (30) em protesto contra a Área Azul

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Em protesto pacífico, empresários da área central de Brumado fecharam as portas nesta sexta-feira (30), entre 08h e 10h da manhã, e foram se manifestar contra o estacionamento rotativo, exigindo tolerância no tempo da vaga, diminuição na área demarcada e nos valores cobrados por parte do poder público. A concentração aconteceu na Câmara de Vereadores, onde o diretor de relações institucionais da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Orlando Gomes, que representou a categoria, manifestou a insatisfação com a perda de clientes e no faturamento do comércio local. “Esse boicote da população gerou um prejuízo muito grande no comércio. Talvez, as pessoas não tenha a dimensão desse prejuízo”, afirma Gomes diretor de relações da CDL. Nos últimos dois meses, os comerciantes perderam de 30 a 50% nas vendas, e muitos ameaçam colocar funcionários para fora. Segundo a categoria, com a perda dos clientes, não será possível gerar tributos, empregos e economia para a cidade. “Se a Zona Azul veio mesmo para resolver o problema de vagas, que seja feita da forma correta", alerta Orlando. A entidade também convidou para o protesto a população brumadense e os comerciários.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário