ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: 'Operação Força Total' tem mais de 20 veículos autuados e 11 apreendidos

Mesmo após corte, gasolina continua mais cara no Brasil do que no exterior

Brumado: Prefeitura vai investir mais de R$ 7 milhões em canais pluviais da cidade

Cresce a cada ano a população de cães na cidade de Brumado; ONGs estão saturadas

Brumado: Morador do bairro São José denuncia descarte e acúmulo de esgoto em galeria pluvial

Brumado: Evento na Câmara Municipal debaterá violência doméstica

Número de mulheres candidatas é o maior das últimas três eleições gerais

Quase 1 milhão de reclamações foram feitas na Anatel no primeiro semestre de 2022

Brumado: Decreto proíbe a entrada de alimentos e bebidas alcoólica em ginásios de esportes e campo de futebol

Incêndio atinge área de vegetação no oeste da Bahia

Vice de ACM Neto tem pedido de impugnação de candidatura ao governo da Bahia

Câmara derruba veto do Executivo ao Projeto de Lei que cria cargo de intérprete de libras

Mega condição especial do Armazém do Criador

Criança risca fósforo e casa é consumida por incêndio em Caetité

Agosto Branco - pneumologista da Clínica Mais Vida alerta sobre a importância da prevenção do câncer de pulmão

Viagens de Bolsonaro em avião presidencial deverão ser ressarcidas durante campanha

Brumado: Agente da Pastoral usa a Tribuna Livre da Câmara para destacar a 'Semana Nacional da Família'

Gel Sol: Intelbras lança módulo fotovoltaico bifacial com eficiência de mais de 20%

Para evitar prisão, mulher do ex-goleiro Bruno faz vaquinha para o marido pagar pensão

Pagamento facilitado e entrega rápida é na Bete Fruits


Gás de cozinha deixará de ter preço diferenciado no Brasil em 2020

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) decidiu, na quinta-feira (29), revogar uma resolução de 2005 que permite a prática de preços diferenciados do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, a partir de 1º de março de 2020. Na prática, o gás de cozinha deixará de ter preço diferenciado no Brasil. A medida será aplicada na venda de botijões de até 13 quilos (kg), entre o comercializado e o vendido a granel. De acordo com o CNPE, a iniciativa “corrige distorções no mercado e incentiva a entrada de outros agentes nas etapas de produção e importação de GLP, ambas concentradas no agente de posição dominante”. O CNPE considerou ainda que a decisão deve corrigir uma distorção nos preços do mercado brasileiro de gás de cozinha, considerados acima das cotações internacionais. Enquanto no país o GLP é distribuído por, aproximadamente, R$ 24, a cotação internacional varia entre R$ 10,60 e R$ 16,56. Para o consumidor brasileiro, o preço médio do gás de cozinha é de R$ 65, chegando a R$ 80 em algumas cidades. Caberá à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) reforçar as ações de monitoramento dos preços praticados pelos agentes econômicos. 

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário