ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Restrição de atividades: Saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

Bahia: Rui Costa prevê que Brasil vai ‘mergulhar no caos em duas semanas’ por causa de Covid-19

Auxílio deve voltar em março com parcelas de R$ 250, diz Governo

Dono do hit ‘Gordinho Gostoso’, Neto LX é detido com carro roubado

Vacinação contra o coronavírus é retomada nesta sexta-feira (26)

Prosel 2021: Abertas inscrições para o Processo Seletivo do Ifba/Brumado

Brumado: É Fake o vídeo que circula nas redes sociais na qual torcedores do Flamengo estariam nas ruas em comemoração ao título

Governador proíbe cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados da BA por 7 dias

Flamengo é campeão brasileiro mesmo após perder para o São Paulo no Morumbi

Brumado: Incêndio destrói casa na Rua Nazaré no bairro Dr. Juracy; não havia ninguém na residência

Brumado: Mãe de empresário é atropelada por motocicleta na Avenida Centenário

Brumado: Jovem de 24 anos é morto a tiros na Av. Antônio Mourão Guimarães

Brumado: Município registra 59 mortes por conta da Covid-19; 30 estão hospitalizados

Ambulância de Malhada de Pedras e Fiat Toro colidem frontalmente na BR-030, em Brumado

Brumado: Em nota, torcida organizada do Flamengo diz que não irá se manifestar durante rodada final do Brasileirão desta quinta (25)

Lockdown na Bahia: Venda de bebida alcoólica será proibida até em supermercados

Brumado: Cabos e fios soltos preocupam moradores do bairro São José


Guanambiense e preso pela PF acusado de pertencer à organização internacional de tráfico de drogas

Foto: Divulgação l PF

Uma operação da Polícia Federal na última terça-feira (27), prendeu um guanambiense e outras 11 pessoas na operação denominada "Alba Vírus". Segundo a PF, André Luiz Gonçalves foi acusado de atuar na parte logística e financeira de um grupo criminoso, que foi desarticulado durante a operação, que apreendeu mais de R$ 28 milhões em espécie, 10 carros de luxo, 26 caminhões e R$ 23 milhões em imóveis de alto padrão. Ainda segundo a Polícia Federal, outras cinco pessoas permanecem foragidas, entre elas, o empresário do ramo portuário, Eduardo Oliveira Cardoso, de 43 anos. Ele é procurado pela PF por suspeita de participar do envio de pelo menos seis toneladas de cocaína à Europa por carregamentos no Porto de Santos (SP) e outros complexos brasileiros. O guanambiense  estava trabalhando em São Paulo como assessor parlamentar de um vereador, mas também atua no ramo de vendas de celulares pela internet. O delegado Ciro Tadeu Moraes, chefe da PF em Santos, explicou que os criminosos identificados tinham “organização recente”. Segundo ele, toda a quantia apreendida na operação, assim como os bens, são decorrentes da venda do entorpecente a narcotraficantes europeus. A Operação Alba Vírus, que significa veneno branco em latim, cumpriu 42 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Bahia.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário