ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Covid-19: cai de 12 para 8 semanas prazo entre as doses da AstraZeneca

Presidente da Alba assume interinamente o governo da Bahia após viagem de Rui e Vice

MP-BA recomenda que Guanambi desalugue prédio da Cultura após erros em licitação

Brumado tem 100,3% da população acima de 12 anos vacinada com a primeira dose

Bahia: Menino de 11 anos cria simulador para jogos de celular com materiais recicláveis

SSP-BA recebe empresas para contratação de câmeras corporais

Psicóloga Paula Machado aborda o tema: Sabemos lidar com as perdas?

Brumado: Um ano depois, 'funileiro' termina veículo inspirado no modelo WT

Operação Nossa Senhora Aparecida: PRF apreende cerca de R$ 2,5 milhões em drogas nas estradas da Bahia

Brumado: Após bloqueio de moradores, SMTT remove pneus de via no Apertado do Morro

Bahia: No combate a violência doméstica e tráfico de drogas, Polícia deflagra ação no interior

Brumado: Presidente da Câmara é vítima de fake news e denuncia crime à Polícia Cívil

STF derruba lei que liberava venda de remédios para emagrecer

Salvador: PM apreende armamento e drogas durante evento de paredão

Durante live, Bolsonaro volta a defender 'kit covid'

Bahia: Cerca de 14 mil processos de suspensão de CNHs serão arquivados

Brumado: Sindsemb homenageia os professores com mensagem de agradecimento e valorização

STJ autoriza retorno de Maurício Barbosa ao cargo de delegado da PF

Major Leila Silva realiza visita institucional a presidente da Câmara de Brumado

Brumado: TOR apreende produtos eletrônicos sem nota fiscal na BR-030


Uso do biodigestor muda a vida das famílias de produtores rurais em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O aproveitamento do biogás promoveu uma virada nas contas da família do senhor Aparecido e da dona Marlene, na comunidade de Piabanha, zona rural de Brumado. O produtor zerou a despesa com a compra do gás de cozinha. Somando os ganhos, a redução do gasto com o GLP e a economia gerada pelo biodigestor estão trazendo melhoria de renda para a família na ordem de R$ 840 por ano. O agricultor conta que resolveu apostar no aproveitamento sustentável dos dejetos após conhecer o projeto na Divina Providência, que inclusive forneceu o biodigestor para eles. "A partir de 2014, assim que recebemos a cisterna, começamos a cultivar hortaliças em nossa propriedade, e ai nasceu o interesse um ter um biodigestor, quem também fornece adubo para a horta", conta dona Marlene. A propriedade conta com um biodigestor grande em atividade, que é alimentado todos os dias com um balde de esterco fornecido pelo gado da propriedade, e acrescenta-se um balde de água, formando assim o biogás. "Esse gás ele vai do biodigestor direto para o fogão de casa. É um gás limpo, não tem cheiro e tem uma chama mais potente", disse ao 97NEWS Aparecido. Quando o nível do reservatório chega ao seu limite máximo, a família ainda reaproveita a sobra, que é considerada como biofertilizante. As hortas irrigadas com o fertilizante natural são destinadas ao cultivo do coentro, alface, que serve para a própria família. Com isso, a propriedade também reduziu os gastos com adubo e ficou mais produtiva. "Nossa hortaliça é 100% orgânica, não usamos nenhum agrotóxico", comenta Marlene. Segundo a família, apostar no aproveitamento sustentável dos dejetos foi uma decisão acertada. A mudança garantiu redução de custos e vantagens para o meio ambiente, uma maneira de colaborar com o que recebem da terra.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário