ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Polícia encontra depósito clandestino de combustíveis em Itapetinga

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Abastecimento em bairros e localidades rurais de Brumado registra irregularidade por falta de energia elétrica

Preço da gasolina sobe quase 60 centavos e chega a R$ 5,09 em Brumado

Clínica Mais Vida traz para Brumado o que há de mais moderno em Ultrassonografia de qualidade e alta definição

Barra do Choça: Mulher é encontrada morta dentro de casa; suspeito possuía dívida de R$15 mil

Acusado de furtar seringas, servidor foi encontrado morto antes de ser ouvido em Conquista

Fim de semana com alimentos saudáveis é na Bete Fruits

47 novos casos de coronavírus são registrados nas últimas 24h em Brumado

Brumado; Presidente da Câmara afirma que áudio em que ele pede 'farra' no primeiro salário, 'não passou de uma brincadeira entre eles'

Índia autoriza exportação de vacina para o Brasil, diz agência Reuters

Municípios atendidos pela Central de Atendimento Covid em Brumado registram aumento nos casos de coronavírus

Cinco morrem em incêndio em prédio do Instituto Serum, fabricante de vacinas contra Covid-19 na Índia

Em suposto áudio gravado no aplicativo de mensagens, presidente da Câmara de Brumado informa primeiro pagamento dos edis e ironiza; 'galera é pra fazer farra viu'

Mutuípe: Médico de 95 anos escolhido para ser primeiro vacinado contra Covid-19 morre horas antes de ser imunizado

Mais de 19 mil baianos já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19

Vitória da Conquista: Juiz autoriza paciente a plantar maconha para tratar fibromialgia


Funcionários dos Correios podem entrar em greve a partir desta quarta (31)

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Os trabalhadores dos Correios devem decidir nesta quarta-feira (31), se entram em greve. A reivindicação é contra a proposta de reajuste salarial oferecida pela empresa pública -- de 0,8% -- e a revogação de alguns termos do acordo coletivo firmado no ano passado. Antes das assembleias, no entanto, sindicatos e representantes dos Correios participam de audiência no TST (Tribunal Superior do Trabalho) para tentar um novo acordo e barrar a paralisação. Segundo Fischer Moreira, secretário de imprensa da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a categoria protesta contra o baixo “reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria”. Entre as alterações propostas, está a exclusão de pais como dependentes no plano de saúde dos funcionários e aumento na coparticipação do plano, que hoje é de cerca de 30%. A federação congrega sindicatos de 23 estados.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário