ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Nova frente fria se intensifica no Sudoeste da Bahia; Brumado registrou 10ºC na madrugada de hoje (29)

Homem é condenado a 30 anos de prisão por matar garota a pauladas na Bahia

Legislativo aprova indicações e moção de aplausos e congratulações; saiba mais

Bahia tem alta na geração de empregos em maio

Paramirim: Dinheiro falso é apreendido pela Polícia na agência dos Correios

Mortes violentas caem 6% no Brasil em 2021, aponta anuário

Governo sanciona lei que devolve PIS/Cofins cobrado na conta de luz

Produção Mineral Baiana Comercializada cresce mais de 68% em maio de 2022

Mais de 40 pessoas são encontradas mortas em caminhão abandonado no Texas

Aposta da Bahia que ganhou quase R$ 18 milhões na quina de São João foi feita em um bolão

Oposição pede ao STF apreensão de celular da Petrobras que pode incriminar Bolsonaro

Guanambi: PM resgata mulher em condições de abandono e maus tratos na cidade

Preço da gasolina no Nordeste fecha primeira quinzena de junho acima da média nacional

Brumado: Morre João Souza, aos 80 anos, pai do editor do Achei Sudoeste

Aracatu: Vereadores denunciam prática de nepotismo na prefeitura

Caminhão é recuperado após identificação de roubo pelo sistema da RotSat

Em busca de votos, candidatos ao governo visitam mais de 20 municípios durante São João

Reconhecimento facial ajuda na captura de 12 foragidos nos festejos de São João na Bahia

Professor de 42 anos morre atropelado no município de Caculé

OMS diz que, 'no momento', varíola dos macacos não é uma emergência de saúde


Sem tolerância, motoristas de Brumado reclamam das notificações da Área Azul

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Após um mês da instalação do estacionamento rotativo em Brumado, a Área Azul, o sistema que começou a ser cobrado na última segunda-feira (22), já tem causado muita revolta entre os motoristas. Entre elas, quem depende da cobrança eletrônica, reclama que o aplicativo tem falhas na hora de digitar a numeração da vaga e também da falta de tolerância. A vereadora Ilka diz que enviará projeto à Câmara para que se tenha tempo tolerância para regularizar a área azul. Antônio Carlos é vendedor e diz que já presenciou vários transtornos. “Um cliente entrou na loja rapidinho e pagou uma nota, tudo em menos de dez minutos. Quando chegou na rua já tinha uma notificação no valor de R$ 20 no parabrisa do carro.” Segundo ele, além da falta de tolerância com quem está procurando tíquetes, os próprios vendedores estão aplicando multas. “Os vendedores estão aplicando as notificações, enquanto que em Conquista, Caetité e Gunambi, a notificação só pode ser emitida após os 15 minutos ou na presença de uma autoridade de trânsito e poucas pessoas sabem disso.” A motorista Mariana Coqueiro conta que já recebeu a notificação enquanto entrou no banco para sacar um valor. “Estava pegando o celular para digitar a vaga no aplicativo e, quando percebi, já estava com a notificação no limpador do vidro.” Para tentar resolver os problemas, Mariana diz que não sabe onde resolver o problema. “É difícil isso porque nós não achamos vendedores e não tem tolerância. Se você desce para ir numa loja e não encontra o vendedor, na volta vai ter uma notificação no seu carro”, finaliza.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário