ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Homem morre em confronto com policiais na Chapada Diamantina

TRE da Bahia volta exigir obrigatoriedade de uso de máscaras em suas dependências

Postos SAC na capital e interior fecham na sexta-feira (24) e sábado (25)

Bahia: Carreta pega fogo populares saqueiam carga na BR-116

Com 40 casos hospitalares em 22 dias, Sesab alerta para risco de queimaduras nos festejos juninos

Atendimento do INSS ficará suspenso durante o feriado de São João na Bahia

Receita alerta para golpes envolvendo a regularização de CPF

Tanhaçu: Motociclista fica ferido após atropelar animal na BA-142

Covid-19: Casos ativos chegam a 5,2 mil na Bahia e estado registra nove mortes em 24h

Câmara Municipal de Vereadores de Brumado recebe representante do Tiro de Guerra

Psicólogo da Clínica Mais Vida fala sobre a Logoterapia e a superação dos traumas emocionais


Conquista: Falso cirurgião-dentista é preso por exercício ilegal da profissão

Foto: Divulgação l PM/BA

No último sábado (13), uma operação conjunta entre a Polícia Militar e o Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA) conduziu em flagrante, Jonivaldo Barros Porto, exercendo ilegalmente a profissão de cirurgião-dentista na cidade de Vitória da Conquista. Segundo o CRO, essa é a segunda vez que Jonivaldo é preso. A primeira aconteceu em 27 de março deste ano. O falso dentista foi conduzido para delegacia e vai responder pelo exercício ilegal da profissão, cuja pena varia de seis meses a dois anos. Para o CRO-BA, quem incorre em crime que coloca em risco a saúde da população deve sofrer penalidade maior a que ora se atribui a prática do exercício ilegal. A classe odontológica aguarda a aprovação do projeto de lei 3063/08 que em seu texto original agrava a pena de reclusão de 2 a 6 anos e multa, punindo com efetividade aquele que exercer ilegalmente a profissão de cirurgião-dentista.  



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário