ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira

Família é feita refém e torturada durante assalto na zona rural de Brumado

Morre aos 94 anos, a mãe do presidente Jair Bolsonaro

Suspeito de tráfico de drogas é preso em Guanambi

Na Bahia, 283 servidores que não comprovaram vacinação serão afastados por 90 dias

Criança que teve parada cardíaca horas após se vacinar tem doença rara, diz investigação

Brumado: Ambulância atropela e mata cavalo na BA-262

36 agências bancárias da Bahia fecham temporariamente após surto de Covid-19

Ataque hacker ultrapassa 24 horas e sites do governo ainda estão fora do ar

Dr. Igor Malaquias foi o entrevistado do Tema Livre Podcast desta semana

Bahia: Governador anuncia redução de 3 mil para 1,5 mil pessoas em eventos

Brumado: Presidente da Câmara testa positivo para Covid pela 3ª vez

Policiais civis aprovam estado de greve na Bahia

Site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia é hackeado

Prefeitura de Brumado vai iniciar reformas em casas atingidas pelas chuvas

Brasil registra 6 vezes mais casos diários de covid-19 que em dezembro

Brumado registra 36 novos casos de coronavírus em 24h


Brumado: Direção do Presídio Nilton Gonçalves investiga dupla que aplica golpe do falso emprego e pede até R$ 600 de candidatos

O diretor do presídio Nilton Gonçalves Alexandro Silva (Centro) e equipe estiveram na redação para relatar o fato - Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Brumadenses se tornaram alvos de mais um golpe que promete falso emprego. Uma dupla que segundo as investigações, são da cidade de Vitória da Conquista, estariam colhendo currículos para uma falsa seleção de empregos para a unidade prisional do município. Para participar, os desempregados eram induzidos à enviarem currículos em um estabelecimento comercial da cidade e posteriormente levados a pagar uma taxa que variava de R$ 400 a R$ 600. O diretor do Presídio Nilton Gonçalves, em Vitória da Conquista, Alexsandro Silva, relatou ao 97NEWS que recebeu a denúncia e já apura o caso. “Recebi uma denúncia informando que tem uma empresa e pessoas aqui em Brumado coletando currículos e cobrando por isso com a finalidade de serem contratados para o conjunto penal”, informou. As investigações apontam que a dupla já trabalhou no presídio Nilton Gonçalves em Conquista e conhece todo processo do sistema carcerário. "Já estamos com imagens que identificam os possíveis criminosos, que inclusive já aplicou o mesmo golpe em Vitória da Conquista", afirmou Silva. O diretor ressaltou que a unidade prisional de Brumado ainda não está funcionando por conta de uma decisão judicial. “Enquanto houver essa liminar, o Estado está impossibilitado de inaugurar. Até que isso seja resolvido, a Secretaria de Administração Penitenciária - Seap não está recolhendo currículos. Inclusive, não será a Seap que recolherá diretamente. Há uma empresa, a Lenos Passos, que já ganhou essa licitação e somente ela poderá fazer qualquer processo seletivo para qualquer função no presídio”, frisou. Conforme o diretor, qualquer coisa fora disso, é especulação ou estelionato. Segundo a polícia, se forem presos, a dupla poderá responder pelo crime de associação criminosa. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário