ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

SSP aponta que mais de 400 suspeitos de agredir mulheres foram presos nos primeiros sete meses de 2020

Hospital de Guanambi passa a contar com túnel de desinfecção

Lei Maria da Penha completa 14 anos ampliando medidas de proteção às mulheres

WSouza comemora mais de 2 mil inscritos em canal no Youtube

Carga de maconha avaliada em R$ 12 milhões é apreendida por polícia

Chegou em Brumado a loja que faltava! Império 10

Recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina. diz OMS

Bahia: Policiais civis anunciam paralisação de 24h na próxima terça-feira (11)

Agosto Dourado - a importância do aleitamento materno

Bahia chega a menor índice de ocupação de UTIs desde 25 de maio

Instituto Butantan diz ser possível ter vacina da Covid-19 para registro em outubro

Governador anuncia volta do transporte intermunicipal em algumas cidades da Bahia

'Prefeito de Brumado perdeu a capacidade de ouvir as pessoas', diz Fabrício Abrantes em entrevista à Brasil FM

Cinco pacientes estão internados com Covid-19 em Brumado

Morre aos 73 anos o ator Gésio Amadeu; artista foi diagnosticado com a Covid-19

Em dia de romaria, visitação à gruta de Bom Jesus da Lapa é reduzida

Comércio busca se adaptar para proteger clietes do novo coronavírus em Brumado

Bolsonaro diz que não vai continuar pagando auxílio emergencial por muito tempo

Brumado: 1.068 pacientes tiveram exames descartados e 479 estão curados da Covid-19

Operação integrada desarticula quadrilha de roubo a bancos em Juazeiro


Brumado: Morador faz graves denúncias sobre o uso de agrotóxicos em plantações de maracujá as margens da barragem de Cristalândia

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Na semana passada, o Ministério Público (MP) da Bahia divulgou uma nota técnica, no Fórum Baiano de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (FBCA), em que aponta que o monitoramento de defensivos agrícolas na água é insuficiente em pelo menos 60 municípios baiano. Realizado a partir das ações do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) de 2017 a 2019, coordenado pelo MP-BA em conjunto com órgãos federais e estaduais, o estudo analisou tecnicamente a contaminação da água potável por pesticidas em cidades abastecidas pelas bacias hidrográficas do São Francisco e do Rio Paraguaçu. Os agrotóxicos utilizados foram mapeados pelo MP-BA, através dos núcleos de Defesa da Bacia do São Francisco e da Bacia do Paraguaçu, e comparados com as substâncias que são analisadas obrigatoriamente pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Ainda segundo o estudo, somente 20% dos agrotóxicos usados na região estão sendo analisados pelos órgãos competentes. Os 80% restantes são pesticidas que não têm monitoramento obrigatório pela regra do Ministério da Saúde (MS). Dentro desta mesma realidade, o município de Brumado pode está vivenciando uma possível contaminação as margens do Rio das Contas, como também na própria barragem de Cristalândia, que abastece não só o município de Brumado, como a cidade de Malhada de Pedras. 

Foto: 97NEWS

Em contato com a Redação do 97NEWS, o morador da comunidade de Cristalândia, Juvenilson Teixeira Malheiro chama a atenção das autoridades e dos políticos brumadenses sobre o uso de agrotóxicos por empresários que realizam o plantio de maracujá as margens da represa. "É preocupante a quantidade de agrotóxicos que estão sendo utilizados nas plantações que ali margeiam a barragem. O assunto é tão grave, que na audiência pública realizada na comunidade a respeito do projeto de Esgotamento Sanitário e Abastecimento de Água do Município, eu chamei a atenção da representante da Embasa sobre o assunto, e ela me olhou com surpresa", esclareceu Malheiro. Ainda segundo ele, a palestrante apresentou um laudo sobre o aumento de coliformes fecais na água, mas não mostrou um laudo sobre a quantidade de agrotóxicos na água. "Mostrar os coliformes fecais da água os bioquímicos já sabem fazer isso. Agora eu quero saber qual é o tratamento para tirar veneno da água? Porque é o que está acontecendo em nossa região", argumentou o ex-presidente da associação. O morador ainda disse que muitos tem uma interpretação de que ele é contra a agroindústria. "Nosso foco é quem regulamento o uso desses produtos na lavoura de maracujá da bacia de Cristalândia. E isso, ainda não nos foi passado pela Embasa e nenhum órgão de proteção", indagou Juvenilson Malheiro.



Comentários

  • Webiston Barbosa Reis

    "A denúncia feita pelo representante dessa comunidade é pertinente e dever ser levada em consideração, afinal, esses agrotóxicos provocam sérios problemas para a nossa saúde, inclusive com possibilidades de causarem CÂNCER. Além do mais, a água dessa barragem é para abastecer as populações de Brumado e Malhada de Pedras e não para serem usadas para irrigar a cultura citada. Esses resíduos tóxicos não têm outro destino que não seja a água que milhares de pessoas irão consumir. Qualquer chuva que caia sobre essas plantações, com certeza irá "empurrar" esses agrotóxicos para dentro da água. No final das contas, nós consumidores é que iremos pagar por isso. Enquanto isso, os produtores que só pensam em lucrar, não estão nem aí para as consequências por eles provocadas."

Deixe seu comentário