ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Vereadora Verimar do Sindicato, em audiência com o secretário da SERIN, discute proposta para asfalto que liga Brumado ao Distrito de Terra Vermelha

Brasil: 75% das famílias têm dívidas, aponta Mapa do endividamento

Ministério da Saúde oferece mais de 21 mil vagas para Médicos pelo Brasil

Judiciário da Bahia inaugura varas em duas cidades baianas

Novas regras da Tarifa Social devem beneficiar mais de 11 milhões de pessoas

Polícia extermina plantação com mais de 18 mil pés de maconha em Curaçá

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Divulgado o calendário de funcionamento do comércio no mês de dezembro

Mês de novembro apresentou menor número de mortes violentas na Bahia

Região Nordeste concentra quase metade das pessoas em situação de miséria, aponta IBGE

Nordeste: Comitê Científico do Consórcio recomenda cancelamento de Réveillon e Carnaval

Brumado: Após passar pela Secretaria Municipal de Esportes, Paulo Sérgio volta a presidência da LBF

Agência é explodida em Iguaí, Sudoeste do Estado

Bahia recebe 150 mil doses de vacina BCG após municípios enfrentarem desabastecimento


90ª Zona Eleitoral de Brumado chama a atenção para 'Projeto Eleitor Jovem'

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O município de Brumado encontra-se no ciclo para o processo do selo Unicef. O selo, é um indicativo que o município adere à uma série de condições para que as crianças e os adolescentes possam usufruir de condições na qual se refere, qualidade de vida. Mas para a adoção deste selo, algumas ações são desenvolvidas pelas secretarias de Educação, Saúde e outras áreas do município. Além disso, outro indicador, que é da competência da Justiça Eleitoral, é a participação dos jovens na vida pública. Então dentro desse projeto, a 90ª Zona Eleitoral de Brumado começou o cadastramento do jovem eleitor, no intuito de mobilizar os jovens a participarem das ações de seu município. "Na lei brasileira, o cidadão só é obrigado a tirar o título de eleitor, a partir dos 18 anos, mas a lei também coloca como facultativo, ou seja como opcional, a retirada do título entre 16 a 18 anos. Embora seja facultativo, é extremamente importante que o jovem desde cedo busque se interagir e participar da vida pública da comunidade. Como se processa a vida pública, como se constrói as leis, os projetos que vão impactar direto na sua vida", explicou o chefe de cartório Igor Araújo. Segundo o chefe de cartório, o processo para retirada do título é rápido em sem filas, além disso é gratuito. "Basta comparecer munidos de identidade e comprovante de residência atualizado nos horários de atendimento do Cartório", esclarece. Conforme Araújo, em Brumado, há um índice relativamente muito baixo com relação a jovens aptos a votarem. "Mesmo não sendo obrigatório, o jovem poderá no futuro com o título, participar de estágios e outros processos da vida pública. No segundo semestre deste ano, começaremos uma campanha na rede de ensino do município, justamente em busca dessa conscientização", disse ao 97NEWS. Igor ainda diz que mesmo o jovem participando ativamente de algumas manifestações em busca de um futuro melhor, ele ainda na maioria das vezes, não possui o título, uma ferramenta que ele pode usar para mudar o seu futuro. "Mesmo com o sentimento de desencanto, o jovem deve buscar como se constrói a vida pública no país, e o título de eleitor, ele é justamente esse caminho para habilitá-lo", afirmou Igor Araújo, chefe de cartório da 90ª Zona Eleitoral de Brumado. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário