ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

PM acaba com festa de 'paredão' e apreende equipamento de som em Brumado

SSP-BA aponta queda de 62,5% de número de latrocínios em agosto

Brumado: Jovem morre em colisão entre moto e carro no bairro Santa Tereza

Brumado confirma 16º óbito por coronavírus e quase 200 casos ativos da doença

Bahia: PRF apreende tabletes de cocaína estampados com foto de Pablo Escobar

Brumado: Município registra 34 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h

Brasil chega a 140 mil mortes e casos da Covid-19 em 24h tem leve queda

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

LAB: Vamos cuidar daqueles que amamos

Rui autoriza retomada do transporte coletivo intermunicipal em toda a Bahia

Covid-19: Pandemia não impede campanha 'corpo a corpo' entre candidatos em Brumado

Brumado: Há 14 anos filha procura por mãe que separou do pai quando ela ainda tinha 12 anos


Novidade: Hospital americano usa drone para transportar órgão para transplante

Foto: Divulgação

Pela primeira vez, um drone foi usado para o transporte de órgãos para transplante. O feito aconteceu em Baltimore, nos EUA, e levou um rim para uma mulher que aguardava o transplante há oito anos. O voo inicial foi à uma distância de apenas 5 km, mas tem importância significativa para uma possível melhora no tempo de transporte para transplantes, que precisam de rapidez por causa da delicadeza do procedimento. O hospital já havia testado drones para transportar amostras de sangue e outros materiais, e foi um grande passo. Hoje a logística de transporte é muitas vezes a parte mais complicada do processo de transplante de órgãos, já que envolve muitas vezes voos fretados caros ou depende dos horários de voos comerciais. Para o projeto, os pesquisadores desenvolveram seu próprio drone e também uma tecnologia de monitoramento do órgão. Os parâmetros do dispositivo eram enviados diretamente para o celular da equipe de transplante, a fim de entender melhor a localização e o status do órgão. Segundo a Universidade de Maryland, a paciente de 44 anos, recebeu alta e passa bem depois do transplante.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário