ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumadense ganha R$ 10 mil em sorteio do Nota Premiada Bahia

Eleições: Apresentadores e comentadores devem ser afastados de programas de rádio e TV

Deputado xinga prefeito Eduardo Vasconcelos de 'safado e ladrão' em evento de Bolsonaro em Feira

Empresária Perinalva Dias celebra aniversário entre clientes, amigos e familiares

Bahia registra 3.720 novos casos de Covid-19 e mais 6 óbitos em 24h

Chegou em Brumado, Auto Diesel: O melhor preço da Bahia!

Etanol se desvincula de gasolina e já é vendido abaixo de R$ 4,00 em alguns Estados

Complexo solar de 144 hectares será instalado no município de Caetité

Brasil e Argentina farão acordo para homologação de veículos

Livramento de Nossa Senhora volta a registrar óbito por conta da Covid-19

2,7 milhões de famílias ainda aguardam na fila de espera do Auxílio Brasil

Duas baians suspeitas de tráfico internacional de drogas são presas na Tailândia

Caetité: Prefeitura pede uso de máscaras em locais fechados após aumento de Covid

Brumado: Briga de moradores de rua quase termina em morte

Tema Livre Podcast 'Com Elas' entrevista a Major Leila Silva

Prazo de entrega da declaração anual do MEI termina hoje (30)

Final do Campeonato Brumadense terá arbitragem cedida pela Federação Baiana de Futebol

Gás de cozinha fica mais caro na Bahia a partir desta sexta

Possíveis pedras preciosas são apreendidas no interior da Bahia

Motociclista é preso em flagrante por embriaguez na Chapada Diamantina


Brumado: Temendo ir de encontro com Lei Federal, vereadores tiram de pauta projeto do Piso Salarial dos Agentes de Saúde e de Endemias

Foto: 97NEWS

Na última sessão realizada no dia 26 de abril na Câmara de Vereadores de Brumado, os parlamentares decidiram retirar de pauta o Projeto de Lei Municipal 12/2019 que iria formalizar o Piso Salarial dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias. Segundo apurou o 97NEWS, o projeto foi retirado, assim que os vereadores perceberam que a proposta do poder executivo seria de votar o projeto, mas sem pagar o retroativo, que no caso seria de quatro meses. Já que o projeto nacional entrou em vigor, no mês de janeiro deste ano. O piso nacional dos agentes era de R$ 1.014,00 e passou a ser de R$ 1.250,00 a partir deste ano. O Ministério da Saúde afirma que o impacto do aumento será de R$ 1 bilhão. De acordo com informações, a Casa Legislativa tirou o projeto de pauta para buscar sensibilizar o prefeito Eduardo Vasconcelos, para que o projeto fosse melhor analisado, já que existia alguns pontos que deveriam ser observados com maior amplitude. Ainda segundo apurou a reportagem, o projeto deverá voltar à votação com as devidas modificações, o que, certamente, irá beneficiar os agentes de saúde e de endemias na próxima sessão. Devido ao feriado do Dia do Trabalhador que haverá na semana, não ficou definido se o projeto retornará à pauta na próxima sessão desta sexta-feira (03).



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário