ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Jornalista Daniel Simurro morre aos 58 anos em Brumado

Brumado: Há 19 dias município não registra morte por Covid-19

Guanambi: Rui entrega reforma de estrada e autoriza R$ 35 milhões em ações

Brumado: Blogueiro Daniel Simurro é internado após mal súbito em sua residência

Brumado: Sindicato dos Mineradores denuncia assédio moral em empresa de refino de talco

Brumado retoma vacinação de adolescentes com 16 e 17 anos nesta terça-feira (21)

Novas chamas atingem Chapada Diamantina entre Mucugê e Lençóis

Caetité lidera produção mineral baiana em agosto

Em carta, governadores desmentem Bolsonaro sobre alta da gasolina

Brumado: Manifestantes protestam contra Bolsonaro e prefeito Eduardo Vasconcelos em praça pública

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Brumadenses são presos em Goiás por roubo de carga avaliada em R$ 180 mil

Brumado vacina contra a Covid nesta segunda-feira, pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades

Bombeiros continuam em combate a incêndios na Bahia

Brumado: Mulher fica ferida após acidente entre carro e moto no bairro Santa Tereza

Vítima de câncer, morre ator Luis Gustavo aos 87 anos

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Bezerro nasce com duas cabeças em fazenda na Região Sudoeste

Foto: Reprodução l Portal Wilson Nunes

Uma fazenda localizada em Palmas de Monte Alto, na Região Sudoeste, foi palco de nascimento de um bezerro de duas cabeças. O filhote foi encontrado em uma fazenda localizada na comunidade de Curralinho. “Provavelmente, aconteceu uma consanguinidade, e por conta disso o bezerro nasceu com anomalia. É uma situação rara. mas que pode acontecer algumas vezes”, afirmou o veterinário Armindo Pereira Magalhães Neto, ao Portal do Wison Nunes. O médico afirmou ainda que não é comum o nascimento de bezerros com duas cabeças, mas que no referido caso a situação é rara. O bezerro nasceu no último dia 23 de abril, e conforme o veterinário, a anomalia é causada por cruzamento entre parentes e ocorre, normalmente por erro na divisão do óvulo ou mesmo por separação incompleta no caso da gestação de gêmeos univitelinos. "Quando o animal nasceu, percebemos que tinha formação de duas cabeças completas, com olhos, narizes, orelhas e bocas", esclareceu. Ainda segundo o veterinário, o animal já nasceu morto, mas graças ao procedimento que fora realizado a vaca passa bem.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário