ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Presidente da Câmara diz que foi ameaçada após liberar tribuna para deputado

Acusados de feminicídio podem ser obrigados a pagar despesas do INSS

Vila Nova vence Magnesita e leva o título do Campeonato Brumadense 2022

Cresce desinteresse do eleitor brasileiro pelo voto, aponta pesquisa

Psicólogo da Clínica Mais Vida fala sobre o sentido da vida segundo Viktor Frankl

Amado Batista leva multidão em show no São Pedro de Guajeru

Avião cai e assusta moradores na Chapada Diamantina

Sessão ordinária desta segunda-feira (4/07) tem aprovação de textos importantes à comunidade brumadense

Jovem de 16 anos é morto a tiros dentro da rodoviária de Vitória da Conquista

Humorista do SBT faz piada de criança com hidrocefalia e é demitido da emissora

Prefeitos de todo o país vão a Brasília em manifestação contra propostas do governo federal

Preço do botijão de cozinha nas refinarias aumentou mais de 600% entre 2002 e 2021

Caminhão desgovernado tomba em frente a rodoviária da região e deixa motorista ferido

Tanhaçu: Homem de 38 anos morre após levar choque em freezer

Casos de Covid sobe e Brumado volta a registrar óbito por conta da doença

Guanambi: Retorno das aulas na rede municipal é adiado por causa de casos de Covid-19

PM mata irmã após discussão e é presa pelo próprio marido no RJ

Casos de varíola dos macacos chegam a 76 em todo o país, diz Ministério da Saúde

Negros são a maioria das vítimas de crimes violentos no Brasil, mostra levantamento

Bahia registra 3.480 novos casos de Covid e mais cinco mortes em 24h


Brumado: Animais soltos nas ruas oferecem perigo à saúde da população

Aparentemente bem debilitado o animal permanecia o tempo todo deitado na região do Mercado Municipal - Foto: 97NEWS

Nesta terça-feira (23), a equipe do 97NEWS flagrou animais doentes em vias pública da cidade, comprovando que o risco de doenças transmitidas pelos animais soltos nas ruas pode ser eminente. Em Brumado, os cães abandonados pelas ruas têm sido um problema que tem se agravado a cada dia. Os moradores temem contaminação. Andando pelas ruas, avenidas, estradas e demais vias da Capital do Minério, uma cena se mostra comum, independente do bairro: animais de pequeno porte, em especial cães, circulam livremente. Sem donos, eles vagam dia e noite pela cidade à procura de água, comida ou, simplesmente, de alguém que lhes dê um pouco de atenção. Esse cenário, além de doloroso para os bichinhos, representa um grave problema de saúde pública para o município. De acordo com a prefeitura, não há uma estimativa do número de cães de rua que a cidade abriga. A ONG AuAu, que faz um trabalho belíssimo na cidade até que tenta diminuir a quantidade de animais abandonados, mas sem recursos público, é o mesmo que enxugar gelo. O Ministério Público chegou a promover um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura, mas até o momento nada foi resolvido. Um canil foi construído as margens da BR-030 próximo a fábrica de cimento, mas o local continua sem abrigar cães e gatos. 

Foto: 97NEWS

A situação chega a sair do controle, e moradores temem cada vez mais. “Os riscos envolvem, acidentes, tanto envolvendo veículos e motocicletas, quanto os acidentes causados diretamente pelos animais, mordeduras e demais agravos”, comentou a moradora do centro Angélica de Souza Filho. Por outro lado, os riscos também existem para os animais. Pois o crescimento populacional desordenado e a ausência de bem-estar, haja vista as condições as quais são submetidos, como fome, sede, maus tratos, enfim, são relacionados propriamente aos animais, os deixa vulneráveis. Os cachorros podem transmitir algumas doenças aos seres humanos quando eles não são devidamente tratados. As principais doenças transmitidas pelos bichos incluem micose, leptospirose, ancilostomose ou raiva, por exemplo. Algumas dessas doenças podem não apresentar sintomas imediatos nos animais, mas podem ser transmitidas ao ser humano. As crianças e os indivíduos com o sistema imune comprometidos são geralmente os mais afetados, dizem os especialistas.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário