ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado tem 31 pacientes hospitalizados por conta da Covid-19 e 341 casos ativos da doença

Está chegando em Brumado Start Shop; Centro de Soluções em Limpeza e Higienização

Mesmo com o 'lockdown', Área Azul opera normalmente em Brumado

Mais de cem pessoas já foram autuadas na Bahia por desrespeitar toque de recolher

Brumado: Em vídeo, filha faz apelo a população após mãe ser transferida de avião para Barreiras por conta da Covid-19

Governador da Bahia prorroga lockdown até quarta-feira (3)

Bolsonaro endossa apoio a protesto contra lockdown: 'O povo quer trabalhar'

Super promoção da Loja Império 10: duas peças por somente R$ 15

Brumado: Avanço do coronavírus restringe atendimentos de casos leves e moderados no Hospital PMN

Pax Nacional sempre ao seu lado

Guanambi: Homem é preso por realizar bingo e provocar aglomeração em bar

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Bahia vai aplicar R$ 54,4 milhões enviados pelo governo federal no combate à pandemia

Brumado registra 61 óbitos por conta da Covid-19; município ultrapassa 5 mil casos confirmados e 335 em tratamento

Brumado: Uma pessoa é flagrada desrespeitando toque de recolher

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Restrição de atividades: Saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

Bahia: Rui Costa prevê que Brasil vai ‘mergulhar no caos em duas semanas’ por causa de Covid-19

Auxílio deve voltar em março com parcelas de R$ 250, diz Governo

Dono do hit ‘Gordinho Gostoso’, Neto LX é detido com carro roubado


Mesmo com reforma realizada pelo Conselho de Segurança de Barra da Estiva delegacia ainda não vai receber presos

Foto: Divulgação

Devido à problemas estruturais e superlotação de presos, a Justiça determinou que a Delegacia de Barra da Estiva fosse interditada em 2018. Nesse intervalo de meses, os custodiados foram transferidos para unidades da região e, até hoje qualquer prisão realizada no município, os presos são custodiados ou na sede da 20ª Coorpin em Brumado, ou em Delegacias da região. Tentando restabelecer a estrutura do local, um Conselho Comunitário de Segurança, formado no município há vários anos promoveu uma reforma nas dependências da Delegacial Territorial. Segundo o presidente do órgão, Lúcio Cordeiro, a reforma foi feita através de recursos da própria Justiça. “Na impossibilidade do uso dessa estrutura para atender a necessidade da segurança em nossa cidade e região, reformamos todas as celas e a parte externa pra melhorar o funcionamento da estrutura. Também reformamos a parte dos servidores com os equipamentos para o trabalho”, disse. Questionado pelo fato de que mesmo com a reforma, as celas continuam interditadas, o presidente esclareceu que, "a empresa responsável pelo fornecimento dos alimentos aos presos rompeu o contrato com o Estado e a situação ainda não foi solucionada”, completou.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário