ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Morre João Souza, aos 80 anos, pai do editor do Achei Sudoeste

Aracatu: Vereadores denunciam prática de nepotismo na prefeitura

Caminhão é recuperado após identificação de roubo pelo sistema da RotSat

Em busca de votos, candidatos ao governo visitam mais de 20 municípios durante São João

Reconhecimento facial ajuda na captura de 12 foragidos nos festejos de São João na Bahia

Professor de 42 anos morre atropelado no município de Caculé

OMS diz que, 'no momento', varíola dos macacos não é uma emergência de saúde

PM morre em acidente envolvendo carro e motocicleta na BR-030, em Brumado

Bahia tem 6,1 mil casos de Covid-19 e 83% das UTIs pediátricas estão ocupadas

Novo presidente da Petrobras teve nome aprovado com ressalvas

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Brumado: 'Nasci de novo', diz dono de oficina após compressor de ar explodir a poucos metros de distância

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O dono de uma oficina mecânica localizada na Avenida Lindolfo Azevedo Brito, no bairro Feliciano Pereira Santos, em Brumado, diz que nasceu de novo após compressor de ar explodir na manhã desta quarta-feira (27) enquanto trabalhava no local. Ele estava a cerca de dois metros após o equipamento usado na tarefa explodir. "Deus já me deu vários livramentos em minha vida, e esse de hoje foi um dos mais fortes, que me abalou e mexeu comigo. Porque explodiu a dois metros de mim", relatou ao 97NEWS, o empresário Hermisson Pereira Filho, 61 anos. Segundo ele, o equipamento era de alta pressão, e possuía cerca de 300 libras. De acordo com Hermisson, o acidente ocorreu por volta de 10h40. A vítima estava trabalhando na limpeza da caixa de marchas de um veículo de cliente, quando o acidente aconteceu. "Eu estava lavando as peças, e após a lavagem agente sopra para limpar todo material que fica", comenta o mecânico, que após isso o compressor desligou sozinho. De acordo com ele, ao perceber que a compressão do ar estava fraca, ele acionou o equipamento mais uma vez, momento este que percebeu falhas no compressor. "Nesse segundo momento que acionei o compressor, ele demorou para desligar, foi quando fiquei naquela tensão, sem saber se eu desligava ou esperava ele desligar sozinho pelo próprio sistema", afirmou Hermisson. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

No momento do acidente, o empresário disse que apenas uma parede com uma janela de grade o separava do equipamento. Com o impacto, parte do telhado "voou" até o terreno vizinho à oficina, além de peças e pedaços do equipamento. "Foi um livramento de Deus, porque eu poderia ter entrado na sala do compressor, e neste momento vocês só iriam encontrar pedaços de mim", ressaltou o mecânico em relação ao poder de impacto da explosão. O acidente assustou os moradores e donos de estabelecimentos comerciais, vizinhos à oficina. O caminhoneiro Diego dos Santos que aguardava na empresa próximo da oficina conta que sentiu o tremor na hora. “Estava de frente da minha empresa de transportes. Quando senti o barulho e o chão tremer, até pensei que tivesse caído um prédio. Logo depois, vizinhos começaram a correr para dentro da oficina”, afirma. Hermisson relatou que o acidente só não foi tão grave, porque no momento só havia ele dentro da oficina, que geralmente costuma ter clientes em busca dos veículos. Para o mecânico e também empresário, conhecer mais o equipamento e respeitar os seu limites é uma das lições. "A partir de agora, é reformar o que foi destruído, comprar um novo compressor e ficar de olho nos itens de segurança", disse ao 97NEWS, Hermisson Pereira Filho, que no próximo dia 05 de abril completa 62 anos.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário