ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: MP instaura inquérito para apurar supostas irregularidades em concurso público da Prefeitura

Produção industrial baiana cresceu 11,9% em junho

Leilão de quase R$ 143 milhões ofertará esgotamento sanitário para Brumado

Manutenção emergencial interrompe abastecimento em Brumado e Malhada de Pedras

ADAB identifica praga cochonilha do carmim em plantação de palma de Dom Basílio

Vitória da Conquista: Mulher é morta a tiros na frente da filha

Incra notifica assentados em situação irregular em Vitória da Conquista e mais 6 cidades

Bahia tem 20 casos confirmados da varíola dos macacos

Brumado: Agentes de saúde vão a Câmara e pedem correção de insalubridade e representação sindical

Motorista e passageira ficam feridos após picape capotar na rodovia que liga o Distrito de Sussuarana à Anagé

Votação que prevê aumento no piso salarial de agentes comunitários de Salvador gera confusão e bate boca na Câmara de Salvador

Morre aos 45 anos em Brumado, Jaqueline Santos, auxiliar de saúde bucal

Vitória da Conquista registra aumento no número de picadas de escorpiões

Maxxnet lança promoção para o Dia dos Pais

WhatsApp já permite sair de grupo sem alarde e escolher quem pode ver você online

Parque Tecnológico da Bahia irá receber mais de R$ 9 milhões de investimento

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação


Brumado: Enfermeira explica importância da atualização do cartão de vacina de estudantes

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Quando se fala em vacinas, todo mundo pensa na proteção, sobretudo, há as vacinas que precisam ser tomadas ou reforçadas. Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) explicam que, adolescentes, jovens e adultos precisam estar em dia com o cartão de vacinação. Para isso o Governo Federal lançou uma campanha, especialmente para estudantes da rede municipal, estadual e privada de educação. Em entrevista ao 97NEWS, a enfermeira da Unidade Básica de Saúde (UBS) dos Olhos D'água, Esteliana Mattos, declarou que mesmo com o dia "D" que foi realizado no último sábado (16), a campanha continua. “É importante à compreensão de que a vacinação tem um papel preventivo de imunização em qualquer fase da vida, com objetivo de proteger o individuo de algumas doenças. E no último dia 'D' da campanha foi observado que a população brumadense está muito atrasada com relação as vacinas. Principalmente aos estudantes adultos”, destacou Matos, coordenadora da UBS. Na fase da adolescência é importante que seja verificado o cartão de vacina e observar se está completo, pois a maioria é realizada na infância e apenas reforçadas na adolescência. "O que constatamos também é que muitos idosos estão com suas vacinas desatualizadas, e isso é muito preocupante. Pois os idosos tendem a ficar doentes, pela baixa imunidade", alertou a enfermeira. De acordo com o Ministério da Saúde, a partir dos 20 anos, quando consideramos o calendário do adulto; então é necessário uma visita na unidade de saúde e levar o cartão de vacina para saber se há vacinas incompletas que precisem ser atualizadas, pois nessa faixa são oferecidas vacinas contra: sarampo, caxumba, rubéola, difteria, tétano e hepatite B. “Neste caso, se o usuário não tiver o cartão de acompanhamento de vacinação, na UBS será aberto um novo documento e dará início as doses, pois é necessário para se imunizar cumprir as doses recomendadas no esquema pelo menos uma vez na vida e depois se necessário só reforço”, destacou a enfermeira. O Brasil recentemente perdeu certificado de erradicação do sarampo, mas de acordo com a enfermeira, as doses da tríplice viral está disponível nas UBS de Brumado. "Infelizmente era uma doença que estava erradicada, mas por conta dessa desatualização e, a não procura do usuário, agente pode ter não só o sarampo, mas como outras doenças que estão erradicadas, e podem voltar por falta desta prevenção", afirma. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário