ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo federal vai cortar R$ 8,2 bi em verbas de ministérios

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Peritos médicos do INSS encerram greve e voltam a atender na próxima segunda (23)

Bahia: IBGE divulga resultado da seleção do Censo 2022

Em visita à Brumado, ACM Neto critica segurança pública da Bahia

Governo do Estado vai autorizar obras de abastecimento de água, estrada e esportes em Brumado

Elon Musk visita o Brasil para discutir conectividade e proteção da Amazônia

Você sabe quando deve consultar o endocrinologista? Especialista da Clínica Mais Vida orienta sobre principais sintomas

Mais de 12 mil raios atingiram Bahia na última quarta-feira, dia 18

Estado da Bahia utilizará mesma tecnologia em segurança usada em Nova Iorque

Garimpo ilegal movimentou mais de R$ 200 milhões no Brasil

Brumado: Superintendente da SMTT acredita que ‘polêmica’ com radares é apenas uma questão de adaptação

Brumado: Em coletiva, pré-candidato ACM Neto critica péssimos índices na segurança da Bahia e defendeu mudança de postura


Brumado: Secretaria aguarda laudos para saber causa de acidente com ônibus escolar na região de Gameleirinha

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A secretária de Educação de Brumado, Edinéia Ataíde, acompanha de perto e, aguarda o laudo da perícia que apontará a verdadeira causa da morte do estudante Vitor Maciel, de 3 anos e meio na manhã do dia 18 de fevereiro na comunidade de "Gameleirinha", zona rural de Brumado. O veículo em que Vitor iria para a escola faz parte da frota da Secretaria de Educação e atende aos alunos da zona rural do município. Edinéia esclareceu que no momento do acidente, por volta das 06h30, todos os alunos entraram no ônibus. Ela explicou que ainda não se sabe as causas do acidente e que aguarda o resultado do laudo da  Perícia da Polícia Civil. A secretária relatou que após o acidente, a prefeitura deu total assistência à família, tanto em Brumado, e logo que a criança foi transferida para o Hospital Geral de Vitória da Conquista. Edinéia comentou também que ainda é muito cedo afirmar algo, se referindo as declarações da família a imprensa relatando que o menino de 3 anos foi atropelado pelo ônibus escolar. "Nós confiamos nas investigações da polícia civil", disse a secretária.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário