ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Faculdade de medicina terá acesso via rotatória na BA-262

Brumado: MP abre inquérito civil para apurar irregulares em obras nos canais dos riachos 'Bate-Pé' e 'Sapé'

Homem morre em confronto com a polícia em Caetité

Bahia dá vexame e perde título da Copa do Nordeste para o Ceará

E2 Engenharia apresenta novo empreendimento na cidade de Brumado

Beirute: Explosão em armazém causa destruição no Líbano

Brumado registra quinta morte por Covid-19, o novo coronavírus

Antes mesmo de ser lançada, estelionatários estão repassando notas falsas de R$ 200 na Região Sudoeste

Conquista: Mãe e filho são presos por tentar subornar PMs com R$ 40 mil

Decreto regulamenta classificação de rsico de atividade econômica em Brumado

Bahia: Escolas voltarão com aulas aos sábados e sem recesso de fim de ano, diz Governador

Impeachment de Bolsonaro não é prioridade da Câmara, diz Rodrigo Maia

8 municípios baianos ainda não possuem casos confirmados da Covid-19

Brumado registra mais oito novos casos da Covid-19 nas últimas 24h

Brumado: Mais um acidente com vítima fatal é registrado na rotatória que dá acesso ao bairro Esconso

Brumado: Farmácias voltam a operar em regime de plantão

Livramento de Nossa Senhora: Mãe é detida após desferir golpe de facão em filho

Conquista: Produção do Festival de Inverno cancela evento oficialmente por conta da Covid-19

Brumado: Homem passa mal e cai de moto na Praça da Igreja Matriz

Brumado: Justiça determina afastamento de servidores municipais do grupo de risco do coronavírus


Gerente de banco envolvido em confusão com cliente que levou 'mata-leão' foi afastado

Foto: Reprodução l G1

O gerente da Caixa Econômica Federal envolvido em uma confusão com um cliente em Salvador foi afastado das atividades. O empresário Crispim Terral, de 34 anos, relatou que, em 19 de fevereiro, foi vítima de racismo e agredido por policiais militares acionados pelo gerente. Ele postou a denúncia nas redes sociais. O post foi acompanhado de um vídeo que mostra o momento em que Terral leva um "mata-leão" de um policial. Na manhã de quarta-feira (27), ele foi até a 1ª Delegacia, em Salvador, para denunciar o gerente do banco que aparece na imagem pedindo que os policiais o algemassem. No vídeo, o gerente diz: "Não negocio com esse tipo de gente". Já a Caixa informou que abriu uma apuração, sob responsabilidade da corregedoria da empresa, para apurar o caso. O banco disse que repudia práticas e atitudes de discriminação cometidas contra qualquer pessoa e que, nesta quinta-feira (28), vai realizar um treinamento específico com toda rede de atendimento para reforçar a política de relacionamento com clientes. Para ele, a decisão da Caixa pelo afastamento do gerente só foi tomada por conta da repercussão negativa. Terral afirmou que, após sair da delegacia, ele e os advogados iriam ao Ministério Público (MP) para fazer uma denúncia. Ele agradeceu às mensagens de apoio que tem recebido. "Tenho recebido muitas mensagens, muitas ligações, por segundo na verdade. Para mim é muito significante, muito gratificante, ter esse apoio do Brasil, de todas essas pessoas que estão sensibilizadas por essa situação. Então, fico feliz por também ser um incentivo a todos os negros, todas as negras lindas do Brasil, e digo para elas que lutem, que digam não ao racismo, digam não ao preconceito."



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário