ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo federal vai cortar R$ 8,2 bi em verbas de ministérios

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Peritos médicos do INSS encerram greve e voltam a atender na próxima segunda (23)

Bahia: IBGE divulga resultado da seleção do Censo 2022

Em visita à Brumado, ACM Neto critica segurança pública da Bahia

Governo do Estado vai autorizar obras de abastecimento de água, estrada e esportes em Brumado

Elon Musk visita o Brasil para discutir conectividade e proteção da Amazônia

Você sabe quando deve consultar o endocrinologista? Especialista da Clínica Mais Vida orienta sobre principais sintomas

Mais de 12 mil raios atingiram Bahia na última quarta-feira, dia 18

Estado da Bahia utilizará mesma tecnologia em segurança usada em Nova Iorque

Garimpo ilegal movimentou mais de R$ 200 milhões no Brasil

Brumado: Superintendente da SMTT acredita que ‘polêmica’ com radares é apenas uma questão de adaptação

Brumado: Em coletiva, pré-candidato ACM Neto critica péssimos índices na segurança da Bahia e defendeu mudança de postura


Funerárias processam pastor por simular ressurreição em culto África do Sul

Foto: Reprodução l Vídeo

Um vídeo viralizou na internet esta semana. Em uma cena inusitada, um pastor identicado como Alph Lukau aparece gritando “levante-se” para um homem deitado em um caixão e, em seguida, ele se ergue e é celebrado por fiéis. Entretanto, as três empresas funerárias que realizaram a cerimônia afirmaram que foram manipuladas a se envolverem na farsa organizada do lado de fora da igreja de Lukau, próximo a Joanesburgo, África do Sul. As empresas dizem ter sido enganadas agora estão tomando medidas legais por danos à sua reputação. Segundo o site sul-africano “Sowetan”, a igreja do pastor recuou em sua alegação de ter realizado uma ressurreição, dizendo que o “morto” já estava “vivo” quando foi levado ao local. O pastor havia apenas “completado um milagre que Deus já havia realizado”. No ano passado, outro pastor sul-africano foi considerado culpado de agressão por ter pulverizado um inseticida doméstico sobre fiéis alegando que isso poderia curar câncer e infecção pelo vírus HIV.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário