ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo federal vai cortar R$ 8,2 bi em verbas de ministérios

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Peritos médicos do INSS encerram greve e voltam a atender na próxima segunda (23)

Bahia: IBGE divulga resultado da seleção do Censo 2022

Em visita à Brumado, ACM Neto critica segurança pública da Bahia

Governo do Estado vai autorizar obras de abastecimento de água, estrada e esportes em Brumado

Elon Musk visita o Brasil para discutir conectividade e proteção da Amazônia

Você sabe quando deve consultar o endocrinologista? Especialista da Clínica Mais Vida orienta sobre principais sintomas

Mais de 12 mil raios atingiram Bahia na última quarta-feira, dia 18

Estado da Bahia utilizará mesma tecnologia em segurança usada em Nova Iorque

Garimpo ilegal movimentou mais de R$ 200 milhões no Brasil

Brumado: Superintendente da SMTT acredita que ‘polêmica’ com radares é apenas uma questão de adaptação

Brumado: Em coletiva, pré-candidato ACM Neto critica péssimos índices na segurança da Bahia e defendeu mudança de postura


Carinhanha: Radialista denuncia agressão por parte de GCM e policial de folga

Foto: Divulgação

O radialista Josino Viana Dias, de 38 anos, da cidade de Carinhanha, oeste da Bahia, denunciou na última segunda-feira dia (25), agressões praticadas por um Guarda Civil Municipal e um policial, que estava de folga. Segundo Josino, no dia 20 de fevereiro ele tentou embarcar sua filha no veículo da prefeitura que transporta pacientes com câncer à Salvador. A filha iria acompanhar a mãe que passa por tratamentos médicos. Porém no momento de fazer o embarque, conforme o radialista, um GCM disse que a filha do radialista não embarcaria, por ordens superiores do Secretário de Transportes. De acordo com Josino, ele então ligou para o servidor, e segundo o radialista, o secretário começou a alterar a voz dizendo que a filha dele não viajaria por fazer campanha contra a prefeitura. O secretário se referia à uma ação realizada pela filha do radialista para arrecadar alimentos para uma instituição do município. “Diante da situação eu disse a minha filha, vai... olhei para o guarda e relatei, você pode chamar a polícia. Foi quando o veículo saiu para pegar os pacientes no hospital e a caminhonete da Guarda Municipal encostou". O radialista ainda completou dizendo, "aavia um homem armado entre os guardas municipais e ele me deu um tapa e uma gravata", disse a imprensa local. O caso será investigado pela polícia civil.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário