ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Líder religioso e ex-vereador crítica atual cenário político no Poder Legislativo de Brumado

Governo do Estado antecipa salário de servidores para 28 de outubro

Com tiro acidental, ator Alec Baldwin mata diretora em set de filmagem

Imagens que mostram funcionários se assustando com raio 'viralizou' em Brumado

Brumado: Mulher encontra irmão morto com um tiro na cabeça na Vila Presidente Vargas

Brumado: 18ª Ciretran e SMTT realizam mudanças em local de 'balizas' para CFCs

Consumidores de Barreiras, Guanambi e Vitória da Conquista estão entre os premiados do Nota Premiada

Brumado: Donos de bares relatam que lixo espalhado em praça é provocado por animais abandonados

Motorista de ônibus ocupa metade da rua e atrapalha o transito no centro de Brumado

Brumado: Moradores reclamam de lixo deixado em praça do Santa Tereza após fechamento de bares

Sextou! Faça seu pedido de frutas e verduras fresquinhas em Bete Fruits

Variante Delta passa a predominar na Bahia e Sesab demonstra preocupação

Caetité: Durante operação, acusados por homicídio são localizados

Policiais Militares da 46ª CIPM ficam feridos após acidente na BA-262

Dois caminhões se envolvem em acidente e rodovia fica bloqueada em Igaporã

MP-BA é contrário a pedido de liminar da APLB contra aulas presenciais no Estado

Transmissão da Covid-19 está em queda no Brasil, indica Fiocruz

Delegacia Virtual adiciona crime de maus-tratos contra animais

Presidente da Câmara de Brumado recepciona vereadores de Rio do Antônio

Poções: Dois homens são denunciados por agredir cachorro até a morte


Por documento 'precário' da SEC, atualização da base curricular da Bahia está parada

(Foto: Reprodução)

O plano da Secretaria Estadual de Educação da Bahia (SEC) de ter o currículo estadual para educação infantil e ensino fundamental tendo como referência a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) aprovado pelo Conselho Estadual de Educação para vigência em 2019 está cada vez mais distante. A pasta tinha a expectativa de dar início a implementação durante a semana pedagógica do ano letivo, que acontece na última semana de janeiro. No entanto, a secretaria, maior interessada na apreciação e aprovação do texto, não submeteu o novo currículo para a apreciação da entidade, de acordo com a presidente do Conselho Estadual de Educação, Ana Tércia Contreiras. Em dezembro a SEC realizou uma cerimônia de entrega do novo currículo para ao Conselho. No entanto, Contreiras afirmou que a versão entregue pela pasta foi considerada "precária".  

"Assim que nós recebemos examinamos o documento e constatamos que estava incompleto", explicou a presidente ao acrescentar que um ofício informando a situação e cobrando ajustes e o envio de um novo documento foi feito à secretaria ainda no mês de dezembro, mas que até o momento o Conselho não recebeu nenhum retorno. As linhas gerais do currículo estadual têm sido tema de discussões nas reuniões do Conselho, mas sem o documento oficial completo a análise e aprovação não poderão ser viabilizadas. "O assunto entrou na pauta da reunião desta segunda-feira (21) e o que ocorre é que a versão do documento que foi entregue ao Conselho está incompleta. A cobrança já foi feita e certamente a SEC deve estar tomando as providências", assegurou Ana Tércia. Entre os ajustes sinalizados pelo Conselho para a SEC estão as resoluções e orientações legais. "Na verdade o documento que eles encaminharam foi uma cópia provisória, sem sinalização, falta as orientações devidas, as resoluções, faltam as orientações legais, falta a própria organização do documento, do ponto de vista entre o que está no índice e o conteúdo do documento", completou a presidente do Conselho. Quando o texto com a nova orientação curricular da Bahia for recebido pelo Conselho Estadual de Educação deverá ser submetido ao crivo dos 24 conselheiros, com atenção maior da Câmara da Educação Básica, que é o foco principal do currículo referencial. Quando aprovado, o documento servirá de parâmetro para as escolas estaduais e poderá ser adotado pelas secretarias de educação municipais do Estado.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário