ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Covid-19: cai de 12 para 8 semanas prazo entre as doses da AstraZeneca

Presidente da Alba assume interinamente o governo da Bahia após viagem de Rui e Vice

MP-BA recomenda que Guanambi desalugue prédio da Cultura após erros em licitação

Brumado tem 100,3% da população acima de 12 anos vacinada com a primeira dose

Bahia: Menino de 11 anos cria simulador para jogos de celular com materiais recicláveis

SSP-BA recebe empresas para contratação de câmeras corporais

Psicóloga Paula Machado aborda o tema: Sabemos lidar com as perdas?

Brumado: Um ano depois, 'funileiro' termina veículo inspirado no modelo WT

Operação Nossa Senhora Aparecida: PRF apreende cerca de R$ 2,5 milhões em drogas nas estradas da Bahia

Brumado: Após bloqueio de moradores, SMTT remove pneus de via no Apertado do Morro

Bahia: No combate a violência doméstica e tráfico de drogas, Polícia deflagra ação no interior

Brumado: Presidente da Câmara é vítima de fake news e denuncia crime à Polícia Cívil

STF derruba lei que liberava venda de remédios para emagrecer

Salvador: PM apreende armamento e drogas durante evento de paredão

Durante live, Bolsonaro volta a defender 'kit covid'

Bahia: Cerca de 14 mil processos de suspensão de CNHs serão arquivados

Brumado: Sindsemb homenageia os professores com mensagem de agradecimento e valorização

STJ autoriza retorno de Maurício Barbosa ao cargo de delegado da PF

Major Leila Silva realiza visita institucional a presidente da Câmara de Brumado

Brumado: TOR apreende produtos eletrônicos sem nota fiscal na BR-030


Após pancadaria durante sessão na Câmara, seis vereadores têm mandatos cassados

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

Após a pancadaria durante uma sessão na Câmara de Correntina, no oeste da Bahia, na quinta-feira (20), seis vereadores denunciados em uma operação que investiga desvio verbas públicas tiveram os mandatos cassados. A sessão recomeçou no turno da tarde e durou mais de sete horas. Os vereadores Adenilson Pereira de Souza (PTN), Jean da Guarda (PP), Nelson da Conceição Santos (PRB), Miltão (PCdoB), Juvenil Araújo de Souza (PCdoB) e Wesley Campos Aguiar (PV), foram os alvos da cassação. Cinco deles haviam sido presos na operação em outubro de 2017. Cinco vereadores suplentes tomaram posse logo após a sessão. Apenas um vereador não foi notificado para tomar posse em razão de viagem.  No dia 28 de agosto deste ano, Maradona voltou a ser preso, depois que desapareceu após novo mandado de prisão solicitado à Justiça pelo MP. A quadrilha é suspeita de desviar verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores e realizar exigências ilícitas ao prefeito, inclusive a entrega de propina de R$ 50 mil para alguns vereadores em troca da aprovação de projetos de lei. Entre as denúncias ao Ministério Público da Bahia está o atraso das obras da nova Câmara de Vereadores. O gasto previsto para a construção era de R$ 4,4 milhões e já foram gastos mais de R$ 3,5 milhões.

Apenas os vereadores Nelson da Conceição Santos (PRB) e Juvenil Araújo de Souza (PCdoB) apresentaram as defesas no plenário. Os outros não retornaram à sessão após a pancadaria.  Os envolvidos não foram identificados até a publicação desta reportagem. Algumas pessoas tentam separar os homens, mas eles continuaram com a luta corporal. Muitos objetos, incluindo uma bandeira, foram utilizados durante a discussão. Alguns papéis também foram jogados ao chão por um homem. Por conta da situação, a polícia interviu e a briga foi finalizada. De acordo com Wagner Rocha, advogado da Câmara de Vereadores de Correntina, e autor da denúncia que pediu a cassação dos denunciados, a briga teve início quando um dos vereadores indiciados começou a gritar e agredir os outros colegas. O nome dele não foi divulgado. No total, a Câmara tem 13 vereadores, incluindo os denunciados. As sessões ordinárias da Casa acontecem sempre nas terças-feiras, exceto as extras, como a desta quinta.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário