ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Nova doença pode gerar pandemia mais letal que Covid-19, alerta especialista

Bahia: Pelo menos dez cidades devem receber vacinas contra Covid-19 nesta segunda

Vacinação contra Covid-19 na Bahia deve durar 16 meses, estima Fábio Vilas-Boas

Profissionais de saúde compõem grupo da 1ª fase de vacinação contra Covid-19 em Brumado, diz secretário

Cidemar vence Covid-19 e tem reencontro emocionante com a família; vídeo

Após veículo capotar duas vezes, família sobrevive a acidente na BR-030 entre Brumado e Ibitira

Sede do Graer abrigará vacinas na Bahia; distribuição será feita com aeronaves

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Enfermeira de São Paulo é 1ª vacinada contra Covid-19 no Brasil

Pax Nacional sempre ao seu lado

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia

Super promoção da Loja Império 10: duas peças por somente R$ 15

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid

Bahia: Roças com 120 mil pés de maconha são descobertas em Curaçá

Empresa brumadense vai investir R$ 8 milhões na cidade e gerar novos empregos

Embasa descobre novas ligações clandestinas no distrito de Lagoa Funda, em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Sesab afirma que está preparada para vacinar 5,08 milhões de pessoas na Bahia


Em coletiva de imprensa, prefeito de Brumado faz prestação de contas de ações de 2018

A coletiva foi realizada no gabinete municipal (Foto: 97NEWS)

O prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB), acompanhado de secretários municipais e vereadores da base de situação, concedeu na manhã do último sábado (08) no seu gabinete administrativo uma coletiva de imprensa para prestar contas das ações no ano de 2018. Utilizando recursos audiovisuais, o chefe do executivo brumadense, seguindo o lema de sua administração, “Educar para Libertar”, deu um enfoque maior na área educacional, mas também citou avanços e conquistas em outros setores, dando também uma ênfase à infraestrutura, fazendo questão de explicar alguns detalhes de algumas obras que se tornaram objeto de críticas por parte da oposição. A primeira parte foi reservada ao evento que ocorreu em Salvador promovido pelo TCM e TCE, onde Brumado foi reconhecido pelos respectivos órgãos como sendo um dos poucos municípios da Bahia que tiveram avanços significativos na Educação. Foi passado um vídeo documentário que foi exibido durante a apresentação, o qual mostra um retrospecto de todos os avanços obtidos, sendo muito elogiado pelos presentes, inclusive pelo presidente do TCE, Gildásio Penedo Filho. Um dos tópicos mais significativos foi a implantação do sistema em tempo integral, onde, atualmente 20, das 30 escolas municipais, já funcionam nesta modalidade, sendo que até o final da gestão todas estarão integralizadas, tornando o município um dos únicos do país que tenha essa metodologia de ensino pleno.

 

O chefe do executivo brumadense fez questão de abordar com abrangência algumas situações ocorridas neste ano de 2018 (Foto: 97NEWS)

Outro destaque da coletiva foram as explicações sobre as obras de macrodrenagem dos riachos, que vêm tendo rupturas em sua estrutura. Nesse quesito o prefeito fez questão de frisar que as obras são de responsabilidade civil e criminal da empresa executora e que elas têm uma garantia de 5 anos, além do fato de ainda não terem sido entregues, ou seja, as ações e até representações feitas ao Ministério Público cobrando do executivo não teriam respaldo jurídico, já que a empresa que seria a responsável pela qualidade e garantia dos serviços. Vasconcelos também explicou que não pode ficar supervisionando o trabalho, pois no momento em que a empresa vence o processo licitatório ela tem o absolutismo sobre os serviços e somente na hora que for feita a conclusão é que se pode dar um parecer. Outra questão importante foram os royalties da mineração de que Brumado teria direito que, segundo o prefeito, poderiam chegar a cerca de R$ 80 milhões de retroativos, além da possibilidade de elevar a alíquota mensal que estaria na casa dos R$ 150 mil mensais para cerca de R$ 5 milhões, o que poderia alavancar de forma muito representativa o desenvolvimento do município. Em tom mais forte Eduardo citou que essa sim é uma grande preocupação de sua gestão, que tem esse planejamento futuro e não questões que seriam menos relevantes como a das obras de canalização, que se tornaram, segundo ele, uma espécie de picuinha política. No final ele reafirmou o compromisso com a população brumadense e citou que uma das metas da administração é realizar o máximo de pavimentação das vias públicas, já que Brumado ainda conta com um déficit de 50% nesse sentido, além de avançar em outros setores prioritários com saúde e educação. No encerramento ele ainda falou sobre o projeto de lei que dá a livre iniciativa da licitação para a exploração dos serviços de água e esgoto, ressaltando que essa seria uma forma muito positiva de resolver uma das maiores urgências do município que é a implantação do saneamento básico.

Um dos pontos destacados foi a responsabilidade civil e criminal das empresas que vencem as licitações municipais (Imagem: 97NEWS)


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário