ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Trabalhadores da Endicon são demitidos e temem 'calote' de empresa

Brumado: Preso em flagrante tem ataque de fúria, agride policiais e quebra objetos de delegacia

PM apreende drogas e pássaros silvestres em Rio de Contas

Acesse a TV Templo dos Milagres no Youtube e seja abençoado

Brumado: Mega estrutura está sendo montada para o Verão VIP com ingressos limitados

O Tema Livre Podcast desta semana recebeu o 'MC Naip Bronka'

Brumado: Subnotificação dos casos de Covid esconde números reais da doença

Cinco morrem e mais de 70 são presas em operação da PM na Bahia

Homem mata pastora de 84 anos a pauladas na porta de igreja

Há 41 anos, mulher procura avós que possivelmente moram em Brumado ou Caetité

Operação Força Total intensifica policiamento na Bahia

Dr. Felipe Leão, médico da Clínica Mais Vida, alerta sobre a importância da realização do check-up

Operação da PF prende homem que divulgou vídeo de estupro de criança

Bradesco fecha sua agência em Brumado após funcionário testar positivo para Covid-19


Em brincadeira com marido agricultora deita em rodovia e morre atropelada por carro

Foto: Reprodução Whatsapp

Uma brincadeira entre um casal acabou de forma trágica na noite de sexta-feira (17). A agricultora Maria Angêla Mota da Silva, de 41 anos, morreu atropelada por um carro após deitar na AC-40, em Senador Guiomard. O acidente ocorreu por volta das 23h. O casal retornava para casa de bicicleta, quando começou a brincar e Maria deitou na estrada. Ela morreu no local do acidente. “Eles iam para casa, os dois brincando, e ela sentou na beira da estrada. Depois ela virou a cabeça para trás e deitou na rodovia. Apareceu um carro em alta velocidade, o marido dela tentou puxá-la, mas não conseguiu”, explicou a irmã da vítima, Josilene Mota da Silva. Segunndo o portal G1 a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi informada que a equipe que atendeu a ocorrência não deixou maiores informações sobre o acidente. Os policiais têm até cinco dias para concluir o boletim de ocorrência. Ainda segundo o irmã da vítima, o marido de Maria não se feriu. Josilene não soube informar se o motorista permaneceu no local. “Não fui na delegacia para saber [se o motorista foi preso]. Fui para o IML cuidar do corpo. Não sei dizer se tinham bebido. Esperamos uma resposta", lamentou.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário