ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Barreiras: Carga de madeira sem documentação é apreendida

Brumado: Município registra 10 novos casos de coronavírus nas últimas 24h

Governo do Estado anuncia licitação para gestão de presídio de Brumado

Brumado: Promotoria de Justiça acompanha atividades da Secretaria de Educação

25 de novembro: Dia Internacional da não violência contra a mulher

Novo vírus letal surgido na Bolívia pode ser confundido com a dengue

Governo libera R$ 409 milhões para projetos de tecnologias da internet

Major Leila é nomeada comandante da 2ª CIPRv de Brumado

Casal é preso por estuprar as filhas em Itaberaba

Brumado: 237 pacientes estão em tratamento do novo coronavírus

Quadro de especialistas da Clínica Mais Vida é ampliado passando a oferecer mais um cardiologista e ecografista

Partido pede expulsão de vereador eleito por infidelidade partidária

Apresentador Fernando Vannucci morre aos 69 anos

Abrace essa Causa: ‘Projeto O Bom Samaritano’ ajudando quem mais precisa em Brumado

Polícia Civil deflagra operação contra homens e um adolescente que estupraram uma criança de 10 anos em Carinhanha

Nota Fiscal Eletrônica já está presente em 417 municípios da Bahia; já são 70 mil emissores

Auxílio Emergencial: 'Não haverá prorrogação', afirma ministro da economia

Pai de Zezé di Camargo e Luciano morre aos 84 anos

Foguete chinês é visto no céu da Bahia e chama atenção de moradores

Saiba os cuidados em possíveis fraudes no dia da 'Black Friday'


Bolsonaro colocou em dúvida a lisura das eleições deste ano

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, colocou em dúvida, ontem (30), a lisura do processo eleitoral de outubro.  "As eleições, de qualquer forma, estão sob suspeição", disse ele, durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura. O argumento, segundo ele, é que o sistema eletrônico de votação é suscetível a fraudes.  Entre outras coisas, o deputado afirmou duvidar da execução do jornalista Vladmir Herzog, durante a ditadura militar. "Suspeita-se que ele foi morto por ter sido encontrado enforcado a uma altura de um metro e 20. Mas duas operações recentes da Polícia Federal que levaram à prisão de um sequestrador de crianças... Ele foi preso e depois amanheceu enforcado numa cela", comparou. Bolsonaro disse ainda que, no século XVI, durante a escravidão, os negros eram entregues aos mercadores pelos próprios negros africanos. "Os portugueses nem pisavam na África, eram os próprios negros que entregavam os seus negros", afirmou. Sobre o fato de o Brasil ter ou não uma dívida com os negros por causa da escravidão, o candidato respondeu que não reconhece a existência dessa dívida: "Que dívida é essa, meu Deus do céu? Eu nunca escravizei ninguém na vida”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário