ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Brumado: Adolescente de 14 anos é encontrada na casa de uma amiga

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Brumado: Família pede ajuda para localizar adolescente de 14 anos

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação

Brumado: Polícia apreende homem após colocar fogo em residência no bairro Olhos D'água

Seleção de advogados de Brumado vence Serrinha e avança para semifinal da Copa CAAB

Empresa Gel Sol de Brumado recebe prêmio nacional da Intelbras

Brumado: Município investiga primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

MP da Bahia lança novo número para atendimento ao cidadão

Inflação muda comportamento dos brasileiros, diz pesquisa

Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça

TSE divulga patrimônio de sete presidenciáveis; o maior valor ultrapassa 24 milhões

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vem aí o 13º Agosto Gospel

Agosto Dourado - a importância do aleitamento materno

Lapa: Romaria do Bom Jesus recebe título de patrimônio imaterial


PT convoca jejum nacional para reafirmar candidatura de Lula

Foto: Reprodução

O PT pretende convocar um jejum nacional para o próximo sábado (4), quando será realizada a convenção que vai oficializar a candidatura do ex-presidente Lula (PT). De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o ato será em solidariedade aos militantes que farão greve de fome pela liberdade do petista. Haverá um pedido para que membros do partido levem alimentos a famílias das periferias do país com a afirmação de que “foi Lula quem mandou entregar”. O PT produziu 1 milhão de folhetos para convocar militantes de todo o país para o ato de registro da candidatura do petista no TSE, dia 15 de agosto. A legenda acredita que pode reunir de 30 mil a 40 mil pessoas em Brasília.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário