ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Morre João Souza, aos 80 anos, pai do editor do Achei Sudoeste

Aracatu: Vereadores denunciam prática de nepotismo na prefeitura

Caminhão é recuperado após identificação de roubo pelo sistema da RotSat

Em busca de votos, candidatos ao governo visitam mais de 20 municípios durante São João

Reconhecimento facial ajuda na captura de 12 foragidos nos festejos de São João na Bahia

Professor de 42 anos morre atropelado no município de Caculé

OMS diz que, 'no momento', varíola dos macacos não é uma emergência de saúde

PM morre em acidente envolvendo carro e motocicleta na BR-030, em Brumado

Bahia tem 6,1 mil casos de Covid-19 e 83% das UTIs pediátricas estão ocupadas

Novo presidente da Petrobras teve nome aprovado com ressalvas

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Brumado: Sogra entrega genro que acaba sendo levado para DP acusado de tráfico e de posse ilegal de arma

Em ciclo altamente produtivo, PM faz nova ação de combate à criminalidade em Brumado (Foto: Divulgação 34ª CIPM)

Apresentando um ótimo índice de resolutividade, a 34ª CIPM vem realizando um ciclo altamente produtivo de combate à criminalidade e ao tráfico de drogas em Brumado. Apesar das limitações do contingente, o comando vem se superando e fazendo apreensões e prisões todos os dias, o que viria provar que a violência, as drogas e o crime são uma realidade incontestável e que ações mais amplas e pontuais têm que ser realizadas pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia, que vem deixando a desejar nesse sentido. Dentro deste ciclo virtuoso, mais uma prisão foi efetuada por volta das 17h deste domingo (29), onde uma guarnição do PETO recebeu denúncias a respeito de um indivíduo que estaria armazenando e comercializando entorpecentes no interior de sua residência no Conjunto Habitacional Brisas. Diante disso, a guarnição se dirigiu ao local, encontrando um indivíduo que batia com as características da denúncia, o qual, ao ser abordado pelos policiais, negou qualquer ligação com o crime, só que ele não contava que a sua sogra, que é a proprietária da casa, autorizasse a entrada e a busca dos policiais, mostrando inclusive o quarto no qual o genro guardava seus objetos pessoais. Ao ser procedida a busca, foi encontrado no interior do referido quarto um saco plástico acondicionando 9 (nove) invólucros de plástico com substância análoga à cocaína, R$ 136,00 (cento e trinta e seis) reais em espécie e 1 (uma) espingarda do tipo “chumbeira”, aparentemente de fabricação artesanal, dos quais o indivíduo confessou ser proprietário. Diante dessas circunstâncias, o homem, com todo material ilícito encontrado, foi conduzido à sede da 20° COORPIN, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante pela suspeita de crimes de tráfico de entorpecentes e posse ilegal de arma de fogo.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário