ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Brumado: Adolescente de 14 anos é encontrada na casa de uma amiga

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Brumado: Família pede ajuda para localizar adolescente de 14 anos

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação

Brumado: Polícia apreende homem após colocar fogo em residência no bairro Olhos D'água

Seleção de advogados de Brumado vence Serrinha e avança para semifinal da Copa CAAB

Empresa Gel Sol de Brumado recebe prêmio nacional da Intelbras

Brumado: Município investiga primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

MP da Bahia lança novo número para atendimento ao cidadão

Inflação muda comportamento dos brasileiros, diz pesquisa

Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça

TSE divulga patrimônio de sete presidenciáveis; o maior valor ultrapassa 24 milhões

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vem aí o 13º Agosto Gospel

Agosto Dourado - a importância do aleitamento materno

Lapa: Romaria do Bom Jesus recebe título de patrimônio imaterial


Mudança em lei provoca guerra de hospitais por recursos de emendas

Uma mudança inserida pelo Congresso na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 pode beneficiar os 50 hospitais universitários do País. Se sancionada pelo presidente Michel Temer, a nova redação vai permitir que as unidades recebam parte dos R$ 4,4 bilhões das emendas parlamentares destinadas obrigatoriamente à Saúde. A medida causa polêmica porque os hospitais universitários são bancados apenas com recursos do Ministério da Educação. Dessa forma, agora eles poderão disputar verbas destinadas exclusivamente a hospitais municipais e estaduais. O presidente Michel Temer sofre pressão interna e externa para vetar a emenda sob o argumento de que sobrará menos recursos aos hospitais estaduais e municipais. Autor da emenda que beneficia os hospitais universitários, o deputado Efraim Filho (DEM-PB) diz estar preparado para um eventual veto de Temer e avisa que mobilizará as bancadas para derrubá-lo no Congresso.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário