ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Número de candidatos que se apresentam com identidade religiosa bate recorde

Anvisa permite importação excepcional de remédios e vacinas para varíola dos macacos

Endocrinologista pediatra da Clínica Mais Vida alerta sobre cuidados com exercícios físicos

Guarda municipal não atua como força policial, decide STJ

CIPRv apreende 2 kg de maconha em ônibus interestadual próximo a Caetité

Brumado: Policial de folga identifica foragido de unidade prisional e aciona guarnição da 34ª CIPM

Homem desmaia após explosão de pneu em borracharia no Oeste da Bahia

Armazém do Criador: 19 de Agosto - Dia da Aviação Agrícola

Brumado tem redução de 40% em crimes violentos letais intencionais no 1º semestre de 2022

Bahia registrou 138 denúncias desde 2019 sobre trabalho escravo

Guanambi: Carro capota e médico sai ileso de acidente na 'Curva da Morte'

Pedestres se arriscam atravessando fora da faixa no centro comercial de Brumado

Adolescente de 15 anos usa a rede social para denunciar abuso sexual em Livramento de Nossa Senhora

Homem é morto a tiros e pedradas em Coaraci

Celular explode enquanto criança de 6 anos assistia vídeo no interior do Ceará

Guanambi: Jovem de 24 anos tem perna amputada após acidente de moto

Vitória da Conquista: Boliviana é presa com cocaína encontrada dentro de saco de 'batatas'

Site do governo da Bahia é suspenso após decisão judicial

Bahia registra 5 mortes e 1.170 novos casos de Covid em 24h

Tema Livre Podcast desta semana conversou com Joan Júnior, cantor e compositor


Amiga faz homenagem à Zilma Lima Bernardes, vítima de feminicídio no último dia (05)

A homenagem póstuma foi colocada ao lado do local que foi utilizado por Zilma há 15 anos (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

A morte brutal de vendedora de cachorro-quente Zilma Lima Bernardes (55) chocou a sociedade brumadense. Ela que foi vítima de feminicípio praticado pelo seu ex-marido, o qual confessou o crime, era muito querida e considerada uma mulher exemplar que sempre, com muita garra, ganhava a vida de forma honesta. Com cerca de 15 anos tendo a sua barraca localizada na Av. Centenário, em frente à Igreja São Cristovão, Zilma cativava os seus clientes e tinha uma amizade muito significativa com outras ambulantes. Quem passa pelo local hoje visualiza uma faixa preta fixada no poste, uma homenagem feita pela sua amiga Antônia Pereira de Souza (58) que também é vendedora de cachorro-quente. “Zilma era um ser humano fantástico e sua partida de forma tão repentina deixou um vazio tão grande que nunca será preenchida, pois ela era única”, declarou e ainda lembrou que “colocar essa faixa é uma homenagem que fizemos para que a sua memória esteja sempre presente ao nosso lado”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário