ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Polícia encontra depósito clandestino de combustíveis em Itapetinga

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Abastecimento em bairros e localidades rurais de Brumado registra irregularidade por falta de energia elétrica

Preço da gasolina sobe quase 60 centavos e chega a R$ 5,09 em Brumado

Clínica Mais Vida traz para Brumado o que há de mais moderno em Ultrassonografia de qualidade e alta definição

Barra do Choça: Mulher é encontrada morta dentro de casa; suspeito possuía dívida de R$15 mil

Acusado de furtar seringas, servidor foi encontrado morto antes de ser ouvido em Conquista

Fim de semana com alimentos saudáveis é na Bete Fruits

47 novos casos de coronavírus são registrados nas últimas 24h em Brumado

Brumado; Presidente da Câmara afirma que áudio em que ele pede 'farra' no primeiro salário, 'não passou de uma brincadeira entre eles'

Índia autoriza exportação de vacina para o Brasil, diz agência Reuters

Municípios atendidos pela Central de Atendimento Covid em Brumado registram aumento nos casos de coronavírus

Cinco morrem em incêndio em prédio do Instituto Serum, fabricante de vacinas contra Covid-19 na Índia

Em suposto áudio gravado no aplicativo de mensagens, presidente da Câmara de Brumado informa primeiro pagamento dos edis e ironiza; 'galera é pra fazer farra viu'

Mutuípe: Médico de 95 anos escolhido para ser primeiro vacinado contra Covid-19 morre horas antes de ser imunizado

Mais de 19 mil baianos já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19

Vitória da Conquista: Juiz autoriza paciente a plantar maconha para tratar fibromialgia

Bahia: MP aciona prefeito de Candiba por improbidade; prefeito 'furou' fila da vacinação


Mulher é morta com tiro na cabeça após se negar a mostrar celular para ex-marido

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma mulher de 30 anos, foi morta a tiros pelo ex-companheiro após ela se recusar a mostrar o celular, na última segunda-feira (25), na cidade de Dourados, Mato Grosso do Sul. Segundo a investigação feita pelo SIG (Setor de Investigações Gerais), o filho de 14 anos relatou, em depoimento à polícia, que Edson Aparecido Oliveira Rosa, de 35 anos, agrediu a vítima, identificada como Yara Macedo dos Santos com socos e pontapés e depois deu um tiro na cabeça dela. O casal estava separado há um mês e Edson não aceitava o fim do relacionamento. De acordo com a polícia, o suspeito ficou dias sem trabalhar atrás de Yara. Após o assassinato, Edson pediu ajuda da família para fugir, sendo que três pessoas acabaram presas por favorecimento ao rapaz. Um dos presos pagou fiança e foi liberado. Edson foi preso em Sidrolândia, no mesmo estado, na terça-feira (26), no momento em que iria embarcar em um ônibus para Campo Grande. Ele tem várias passagens pela polícia, inclusive por violência doméstica e por ameaçar a ex-mulher, que tinha uma medida protetiva contra ele.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário