ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CDL de Brumado comemora retomada da economia em feriado do 'Dia dos Pais'

Anvisa autoriza segunda dose da vacina da Oxford contra a Covid-19 em voluntários

SAC de Brumado passa por desinfecção contra o coronavírus

Nº de mortes causadas pela Covid-19 em Vitória da Conquista mais que triplica em intervalo de um mês

Covid-19: Vacinação em massa pode apresentar dificuldades por falta de seringas no Brasil

Brumado: Com apoio da RHI Magnesita, família ganha nova casa e sede da Associação de Lagoa dos Algodões é reformada

Bahia registra 1.628 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Bahia: No primeiro semestre de 2020, 6,77% das crianças nascidas foram registradas sem o nome do pai

Gel Sol: Uma empresa especializada em renovar o seu Consumo de Energia!

Brumado ultrapassa 3 mil notificações da Covid-19, o novo coronavírus

'Babas' de fim de semana continuam ativos na zona urbana e rural de Brumado

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Entregador vítima de racismo em SP ganha moto nova e mais de R$ 125 mil em vaquinha

Pandemia do coronavírus vai custar R$ 700 bilhões no Brasil

PRF apreende 12 mil pares de tênis falsificados em Conquista

Comunicado Pax Nacional

Brumado registra 3 novos casos de coronavírus; total chega a 566

LAB: Feliz dia dos Pais

Município de Brumado ultrapassa 500 pacientes curados do coronavírus

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Família e amigos consternados com morte trágica da universitária baiana Keyla Ayla

Ela pulou do barco, para nadar até a margem, e morreu ao ser arrastada por uma corrente (Fotos: Reprodução)

Consternados, familiares e amigos utilizaram as redes sociais para lamentar e homenagear a jovem universitária baiana Keyla Ayla de Jesus Santos, de 19 anos, natural do município de Fátima. Ela foi vítima nesta manhã de domingo (29) de afogamento. Seu corpo foi encontrado no rio Vaza Barris, próximo a Croa do Goré, em Aracaju (SE). De acordo com familiares, na tarde de sábado (28), Keyla estava com um grupo de amigos que foram passear pela região Eles estavam em uma lancha que durante o passeio tinha faltado o combustível. Por causa disso eles caram à deriva. A família também informou que duas pessoas que estavam na embarcação nadaram até a praia para pedir ajuda. Horas depois que a maré cou cheia, a lancha foi levada em direção ao mar, neste momento o restante do grupo pulou e Keyla, que foi arrastada por uma corrente, morreu afogada. O corpo da vítima cou desaparecido por 12 horas. Keyla era do município de Fátima, na Bahia e morava em Aracaju onde cursava o curso de Fisioterapia. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário