ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Polícia encontra depósito clandestino de combustíveis em Itapetinga

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Abastecimento em bairros e localidades rurais de Brumado registra irregularidade por falta de energia elétrica

Preço da gasolina sobe quase 60 centavos e chega a R$ 5,09 em Brumado

Clínica Mais Vida traz para Brumado o que há de mais moderno em Ultrassonografia de qualidade e alta definição

Barra do Choça: Mulher é encontrada morta dentro de casa; suspeito possuía dívida de R$15 mil

Acusado de furtar seringas, servidor foi encontrado morto antes de ser ouvido em Conquista

Fim de semana com alimentos saudáveis é na Bete Fruits

47 novos casos de coronavírus são registrados nas últimas 24h em Brumado

Brumado; Presidente da Câmara afirma que áudio em que ele pede 'farra' no primeiro salário, 'não passou de uma brincadeira entre eles'


Família e amigos consternados com morte trágica da universitária baiana Keyla Ayla

Ela pulou do barco, para nadar até a margem, e morreu ao ser arrastada por uma corrente (Fotos: Reprodução)

Consternados, familiares e amigos utilizaram as redes sociais para lamentar e homenagear a jovem universitária baiana Keyla Ayla de Jesus Santos, de 19 anos, natural do município de Fátima. Ela foi vítima nesta manhã de domingo (29) de afogamento. Seu corpo foi encontrado no rio Vaza Barris, próximo a Croa do Goré, em Aracaju (SE). De acordo com familiares, na tarde de sábado (28), Keyla estava com um grupo de amigos que foram passear pela região Eles estavam em uma lancha que durante o passeio tinha faltado o combustível. Por causa disso eles caram à deriva. A família também informou que duas pessoas que estavam na embarcação nadaram até a praia para pedir ajuda. Horas depois que a maré cou cheia, a lancha foi levada em direção ao mar, neste momento o restante do grupo pulou e Keyla, que foi arrastada por uma corrente, morreu afogada. O corpo da vítima cou desaparecido por 12 horas. Keyla era do município de Fátima, na Bahia e morava em Aracaju onde cursava o curso de Fisioterapia. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário